POLÍTICA

Bolsonaro responde a Maia: 'Não existe brincadeira de minha parte'

27 Mar 2019 - 21h00Por Camila Turtelli e Daniel Weterman

Em resposta ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente Jair Bolsonaro classificou como irresponsável a declaração do parlamentar fluminense quando disse que ele está "brincando de presidir o País".

"Se foi isso mesmo que ele falou, eu lamento. Não é uma palavra de uma pessoa que conduz uma Casa. Muita irresponsabilidade", disse Bolsonaro a emissoras de televisão após encontro com empresários e artistas na casa do fundador da Cyrela, Elie Horn.

"Não existe brincadeira da minha parte, muito pelo contrário, eu lamento palavras nesse sentido. Até quero não acreditar que ele tenha falado isso", declarou.

Pressionado pelo Congresso a mudar a articulação na reforma da Previdência, Bolsonaro insistiu que sua maneira de governar é respeitando "acima dos colegas políticos, o povo brasileiro que me botou lá."

O presidente declarou que a reforma da Previdência não é um projeto seu, mas do País pela necessidade fiscal. "A responsabilidade é de todos. Não é minha apenas ou do presidente da Câmara. É de todos nós aprovar essa e outra reforma que temos de fazer na questão tributária", afirmou. Anteriormente, Bolsonaro havia falado que a "bola" da aprovação estava com o Congresso.

No encontro, ao conversar com os participantes, Bolsonaro garantiu que não tem nenhum problema com o Congresso e apostou que, "com o passar do tempo", os parlamentares vão entender a importância da reforma.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Ex-senador Casildo Maldaner é internado em estado grave em Florianópolis

Político do MDB luta contra um câncer. Ele passou mal de sábado (15) para domingo (16)
Ex-senador Casildo Maldaner é internado em estado grave em Florianópolis
Política

Parentes, amigos e apoiadores se despedem de Bruno Covas

Corpo do prefeito seguiu em cortejo pelo centro da capital paulista
Parentes, amigos e apoiadores se despedem de Bruno Covas
Política

Morre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas

Político estava licenciado do cargo e tratava-se no Sírio-Libanês
Morre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas
Política

Projeto de lei define limites de bairros em Jaraguá do Sul

Segundo o secretário de Planejamento e Urbanismo, Eduardo Bertoldi, a proposta vai corrigir falhas no limite desses bairros que foram produzidas ao longo do tempo
Projeto de lei define limites de bairros em Jaraguá do Sul
Ver mais de Política