POLÍTICA

Bolsonaro: 'Não existe time de militares e olavistas, somos um time só'

06 Mai 2019 - 18h01Por Eduardo Rodrigues e Lorenna Rodrigues

O presidente Jair Bolsonaro minimizou nesta segunda-feira, 6, o embate dentro do seu governo entre militares e seguidores do escritor Olavo de Carvalho. Segundo ele, não existem dois times opostos e essas discussões seriam "coisas pequenas" diante dos desafios do País.

Questionado por jornalistas ao deixar o edifício do Ministério da Economia, o presidente respondeu ainda por que não fez uma defesa pública do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, que tem sofrido ataques de Olavo. "De acordo com a origem do problema, a melhor resposta é ficar quieto. Temos coisas muito mais importantes para discutir no Brasil. Aqueles que porventura não têm tato político estão pagando o preço junto à mídia", respondeu. "Não existe grupo de militares e de Olavo aqui. Somos um time só", completou.

Bolsonaro e Santos Cruz se reuniram ontem à noite no Palácio da Alvorada. O presidente reforçou que o ministro em nenhum momento falou em deixar o governo. "Santos Cruz está agora em São Gabriel da Cachoeira (AM) discutindo assuntos fundiários e indigenistas. Estive com ele ontem à noite e tivemos uma conversa normal como tenho com os outros ministros. Ninguém pediu demissão, nem a (ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos) Damares Alves, como foi noticiado", acrescentou.

Bolsonaro não quis comentar as respostas do general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas aos ataques de Olavo a membros das Forças Armadas. "Não tenho nada a ver com General Villas Bôas, é um comandante que eu respeito", desconversou. "Os ministros estão todos fazendo o que é determinado. Não podemos sacrificar 208 milhões de pessoas por coisas menores", concluiu.

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Governo repassa R$ 5 milhões para obras da UPA 24 Horas de Barra Velha

Recurso é indicação da bancada parlamentar do Norte Catarinense
Governo repassa R$ 5 milhões para obras da UPA 24 Horas de Barra Velha
Política

Guaramirim deve receber urnas eletrônicas ainda nesta semana

Justiça Eleitoral estima que até o começo de agosto todas as 17 mil urnas das eleições 2024 já estejam armazenadas nos municípios
Guaramirim deve receber urnas eletrônicas ainda nesta semana
Política

Carlos Bolsonaro pode concorrer ao Senado por Santa Catarina em 2026

A possível candidatura de Carlos faz parte de um plano mais amplo para eleger membros da família Bolsonaro ao Senado, incluindo Michelle, que poderia concorrer pelo Distrito Federal
Carlos Bolsonaro pode concorrer ao Senado por Santa Catarina em 2026
Política

Deputado Rodrigo Minotto assume a Presidência da Assembleia Legislativa de SC

O 1º vice-presidente, deputado Mauricio Eskudlark (PL), que assumiu a Presidência no domingo (7), em virtude da licença do presidente Mauro de Nadal (MDB) para chefiar o governo do Estado, transmitiu o cargo para Minotto para passar por exames
Deputado Rodrigo Minotto assume a Presidência da Assembleia Legislativa de SC
Ver mais de Política