vacina
POLÍTICA

Bolsonaro já está no Planalto e agenda prevê apenas despachos internos

18 Fev 2019 - 09h50Por Teo Cury

O presidente Jair Bolsonaro já está no Palácio do Planalto, após passar metade da última semana despachando do Alvorada, residência oficial da Presidência. O presidente teve alta no início da tarde da última quarta-feira, 13, após 17 dias de internação no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A agenda do presidente nesta segunda-feira, 18, prevê despachos internos, a partir das 9h. Pela manhã, Bolsonaro recebeu o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no Alvorada. A reunião, que não constava na agenda do presidente, durou pouco mais de 30 minutos. O ministro deixou a residência oficial sem falar com a imprensa.

Nesta segunda-feira é esperada a exoneração de Gustavo Bebianno do cargo de ministro da Secretaria-Geral Geral da Presidência. A edição regular do Diário Oficial da União (DOU) já está no ar e não traz a exoneração do ministro, como esperado.

Matérias Relacionadas

Política

Obra na SC 108, em Guaramirim, será alvo de avaliação do Tribunal de Contas

TCE/SC faz levantamento em contratos e obras de infraestrutura no Estado que somam R$ 2,9 bilhões
Obra na SC 108, em Guaramirim, será alvo de avaliação do Tribunal de Contas
Política

Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes

Parlamentar também destacou a importância da obra de dragagem autorizada pelo governo do Estado em Rio do Sul 
Lunelli critica burocracia para liberação de recursos aos atingidos pelas enchentes
Política

Em Brasília, Caropreso discute canabidiol e segunda língua estrangeira nas escolas

O parlamentar realizou reuniões com senadores e parlamentares para tratar de projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional que tratam do uso medicinal da cannabis e do ensino de segundo idioma estrangeiro nas escolas
Em Brasília, Caropreso discute canabidiol e segunda língua estrangeira nas escolas
Geral

Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos

Estado poderá direcionar R$ 23 bilhões para reconstrução
Senado aprova suspensão da dívida do RS com a União por três anos
Ver mais de Política