Política

Administração argumenta que não pode pagar mais de 8% aos funcionários

28 Mar 2012 - 11h32

A Câmara de Vereadores de Corupá teve sessão com plenário lotado na segunda-feira, por causa do projeto de aumento salarial para os servidores públicos. A proposta enviada pelo Executivo oferece 8% de aumento. Em contra partida os Vereadores Everaldo Mokwa (PP) e Sidnei Schwerdtner (PP) e o Presidente da Casa João Carlos Gottardi (PT), indicaram aumento de 13%, justificado pelo aumento da arrecadação municipal que cresceu 17% de 2010 até o momento. O que se viu foram propostas convincentes por parte da Administração que diz não poder pagar mais do que 8%, justificando que se dado o aumento indicado pela oposição, ultrapassaria o comprometimento de 53% do orçamento, mais do que o chamado "limite prudencial" que é de 52%. O presidente do sindicato da categoria, Luiz Carlos Ortiz Primo, comentou que não há mais tempo hábil para se prolongar as negociações, pois dia 5 de abril, é o ultimo dia de prazo por causa da Lei Eleitoral. No Plenário havia vários cartazes com reivindicações dos servidores. A votação ficou para a próxima sessão, dia 2 de abril.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Presidente da Câmara de Guaramirim avalia os 100 dias à frente do Poder Legislativo

Marcelo Deretti participou ao vivo do Diário da Jaraguá desta quinta-feira (15)
Presidente da Câmara de Guaramirim avalia os 100 dias à frente do Poder Legislativo
Política

Vereadores aprovam melhorias no pátio do PA 24h de Corupá 

Já estão liberados e depositados em uma conta bancária, recursos de R$ 100 mil, oriundos de uma emenda parlamentar, com contrapartida de R$ 7.841,06 da Prefeitura
Política

Petrolândia, no Alto Vale do Itajaí, terá novas eleições

Prefeito e vice eleitos em novembro do ano passado, Rogério Domingos e Selmo Klauberg, respectivamente, tiveram seus registros de candidatura indeferidos, o que motivou a realização de novas eleições
Política

Vereadores autorizam recursos para manutenção de cemitérios em Guaramirim 

Aprovado em segundo turno, o projeto segue agora para sanção do prefeito Luis Chiodini (PP).
Vereadores autorizam recursos para manutenção de cemitérios em Guaramirim 
Ver mais de Política