Polícia

Polícia investiga morte da mãe de menina morta em Joinville

A Polícia Civil já iniciou as investigações sobre a morte de Maria Helena da Silva Francisco Neto, de 20 anos, assassinada na noite de quarta-feira (25) a tiros no quintal da casa em que morava no bairro Ulysses Guimarães, em Joinville.

26 Dez 2019 - 12h12Por Rádio Jaraguá

A Polícia Civil já iniciou as investigações sobre a morte de Maria Helena da Silva Francisco Neto, de 20 anos, assassinada na noite de quarta-feira (25) a tiros no quintal da casa em que morava no bairro Ulysses Guimarães, em Joinville.

Maria Helena é mãe da menina Helloyse Gabriele Francisco dos Santos, de 1 ano e 11 meses, que foi morta por asfixia na última sexta-feira (20). O suspeito pela morte da criança é o padrasto dela, companheiro de Maria Helena, ele está preso em Joinville desde sábado (21).  

Inicialmente a informação era de que o padrasto teria encontrado a menina afogada em uma piscina, mas o laudo do IML provou que não houve afogamento e constatou marcas de pressão nas vias aéreas da criança. A investigação da polícia também apontou divergências no relato e o padrasto acabou preso. 

Maria Helena, mãe da menina Helloyse, havia negado em depoimento na delegacia que o companheiro teria cometido o crime. A situação faz o delegado Elieser José Bertinotti acreditar que a mulher foi executada nesta quarta-feira. 

O pai biológico de Helloyse iria assumir a guarda da criança no dia seguinte à morte da menina. A mãe e o padrasto tinham uma ordem judicial para entregar a criança no sábado. O pai da menina havia conseguido na Justiça a guarda da filha. 

Matérias Relacionadas

Segurança

Trator incendeia em Massaranduba e bombeiros voluntários são chamados

Ocorrência foi atendida nesta terça-feira (3)
Trator incendeia em Massaranduba e bombeiros voluntários são chamados
Segurança

Família joinvilense é assaltada por estrangeiros armados

Conforme depoimento da dona da residência, o marido havia marcado com uma pessoa para mostrar um apartamento que possuem para alugar.
Família joinvilense é assaltada por estrangeiros armados
Segurança

GAECO deflagra operação para combater facção criminosa em Joinville

Foram cumpridos oito mandados de prisão preventiva e 30 mandados de busca e apreensão. Todos os crimes investigados seriam em benefício de organização criminosa.
GAECO deflagra operação para combater facção criminosa em Joinville
Segurança

Pai e filho trocam ameaças em Jaraguá

A PM lavrou um Termo Circunstanciado
Pai e filho trocam ameaças em Jaraguá
Ver mais de Polícia