Polícia Civil

Suspeito de matar ex-namorada é solto minutos antes de ter prisão decretada

15 Mar 2016 - 21h09
Suspeito de matar ex-namorada é solto minutos antes de ter prisão decretada -


O homem suspeito de matar a ex-namorada estrangulada, em Schroeder, no domingo (13), pode retornar à Delegacia de Polícia a qualquer momento, após ter o mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. Ele se apresentou à Polícia Civil na tarde desta terça-feira (15), porém como a ordem de prisão ainda não tinha sido liberada, Dhyon Lenon Stavicki foi solto depois de 1h30 de explicações na Delegacia de Polícia de Guaramirim. Acompanhado do advogado, ele saiu correndo do local, coberto por um paletó.

De acordo com o delegado Daniel Dias, responsável por tomar o depoimento do ex-militar, ele confessou o crime, porém se mostrou arrependido e disse que, ao sair da casa de Edivana Peres, não sabia que ela estava morta. Ele ainda alegou, em depoimento, que a agressão resultou após uma discussão: ele teria ido até a casa dela para tirar satisfações da jovem, após vê-la com outro rapaz. Ele ainda negou que tenha fugido para não ser capturado.[jwplayer mediaid="265375"]


Minutos após Dhyon sair da delegacia, porém, a Justiça acatou o pedido e expediu um mandado de prisão preventiva contra ele. Um dos três advogados contratados pelo suspeito afirmou que ele deve se entregar nas próximas horas. Assim que se apresentar novamente, o suspeito fará exame de corpo de delito e será encaminhado ao Presídio Regional de Jaraguá do Sul.

Matérias Relacionadas

Região

Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta

O objetivo do fórum é ampliar o espaço de fala e escuta sobre os instrumentos de proteção aos patrimônios culturais e divulgar as ações desenvolvidas na região entre 2018 e 2020
Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta
Ver mais de Região