Assalto a carro-forte

Polícia sem pistas dos assaltantes de carro-forte

08 Out 2016 - 11h54
De acordo com a polícia, quatros homens fortemente armados cometeram o crime. Imagens de câmeras numa empresa em frente ao local mostram o momento em que os assaltantes jogaram um cavalo mecânico Scania 113 contra o carro-forte da empresa Brinks, que vinha no sentido contrário.

Com a colisão frontal, o carro-forte tombou ao lado da pista da rodovia, enquanto que o caminhão ficou atravessado sobre a BR. No mesmo instante, duas caminhonetes que vinham atrás do carro-forte pararam num pátio ao lado da rodovia e os bandidos se aproximam do veículo tombado para roubar os malotes. Os assaltantes já haviam colocado explosivos dentro do veículo, para explodir o cofre e reiterar o dinheiro. A ação deles só não foi bem sucedida por causa de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal, que passava pelo local e iniciou uma troca de tiros, que foi ouvida à distância.

Muitos motoristas que transitavam pela BR pararam os veículos no acostamento e acompanharam o desenrolar da ocorrência. Os vigilantes da empresa de valores foram obrigados a entregar as armas e correr para o mato, enquanto os bandidos atiravam. A viatura da PRF foi alvejada por disparos de fuzis. Apesar da quantidade de disparos ouvidos pelas testemunhas e dos projéteis encontrados nas imediações do carro-forte, ninguém foi atingido.

Nas redes sociais, vários áudios e vídeos foram divulgados. Um deles mostra o desespero de um caminhoneiro, que informava outra pessoa sobre o bloqueio na rodovia e dizia que tinha abandonado o caminhão e se escondido, com medo de ser atingido pelos disparos. Outra testemunha diz que foram aproximadamente cinco minutos de troca de tiros. Policiais de toda a região, inclusive do 14º Batalhão de Polícia Militar foram acionados para dar apoio e tentar capturar os assaltantes, que assaltantes fugiram pela rodovia em direção a Araquari e um dos veículos usados – uma SUV Toyota – foi encontrada incendiada no bairro Itinga, onde o grupo teria fugido em outro veículo menor que dava cobertura. Quatro vigilantes foram atendidos pelos bombeiros e encaminhados aos hospitais da Unimed e São José de Joinville. No período da tarde, um deles estava no centro cirúrgico do São José, por causa de uma fratura em uma das pernas.

Matérias Relacionadas

Região

Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta

O objetivo do fórum é ampliar o espaço de fala e escuta sobre os instrumentos de proteção aos patrimônios culturais e divulgar as ações desenvolvidas na região entre 2018 e 2020
Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta
Região

Nereu Ramos faz missa pela beatificação do padre Aloísio

A partir das 15h deste sábado (17), a rádio Jaraguá vai transmitir a missa de misericórdia pela Beatificação de Padre Aloísio Boeing
Nereu Ramos faz missa pela beatificação do padre Aloísio
Ver mais de Região