Polícia Civil

Polícia Civil prende falsa advogada pelo crime de falsificação de documento particular

22 Jan 2016 - 20h34
A partir de denúncia proveniente da equipe de fiscalização da OAB, foi possível realizar flagrante, no momento que ela tinha acabado de falsificar uma procuração pra exercer a advocacia, além de estar com uma tabela impressa com honorários da OAB.

 

A conduzida, uma mulher de 45 anos, passava-se por advogada da cantora Ivete Sangalo, com escritório em Nova Iorque, na Quinta Avenida, mas se apresentava com outro nome. A suspeita estava dando o golpe em mais uma vítima, de quem já havia cobrado R$ 7 mil pelos serviços – quantia que já havia sido recebida pela conduzida.

 

“O estelionato já havia se consumado, mas ela fez uma nova procuração falsa, razão pela qual foi presa em flagrante. Além disto, será indiciada por estelionato”, explicou o Delegado Raphael Werling, da Divisão de Defraudações (DD) da DEIC, equipe responsável pelo caso.

 

Segundo o delegado, a suspeita já foi indiciada em dois inquéritos policiais da DEIC, em 2013 e 2014, por crimes de estelionato que causaram graves prejuízos patrimoniais. Após a autuação em flagrante, Werling representou pela prisão preventiva da investigada.

 

FONTE: Polícia Civil de Santa Catarina

Matérias Relacionadas

Região

Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta

O objetivo do fórum é ampliar o espaço de fala e escuta sobre os instrumentos de proteção aos patrimônios culturais e divulgar as ações desenvolvidas na região entre 2018 e 2020
Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta
Ver mais de Região