Femusc

Maior festival-escola de música da América Latina entra em contagem regressiva para a 15ª edição

Conforme o diretor-artístico do evento, Alex Klein, os participantes se dividem entre as aulas e as apresentações em diferentes formações que, em 2020, ganham novidades importantes

06 Jan 2020 - 15h00Por Da Redação
Maior festival-escola de música da América Latina entra em contagem regressiva para a 15ª edição - Crédito: Divulgação / Femusc Crédito: Divulgação / Femusc

A música vai, mais uma vez, ecoar por Santa Catarina a partir do próximo dia 19. É que a 15ª edição do Femusc está chegando para embalar o mês de janeiro de cerca de 450 alunos de 21 países que, ao lado de renomados professores, apresentam ao público mais de 150 concertos distribuídos ao longo de duas semanas de programação.

Neste ano, aliás, ela está recheada de atrações imperdíveis. Conforme o diretor-artístico do evento, Alex Klein, os participantes se dividem entre as aulas e as apresentações em diferentes formações que, em 2020, ganham novidades importantes. A lista conta com as já tradicionais orquestras Sinfônica, de Ópera e Sem Maestro, além da nova Acadêmica Ricardo Feldens, da Sinfônica de Música Popular e de Balé. Também vale destacar o retorno da Banda Sinfônica, as inéditas Big Band, Big Band MPB e Collegium Musicum, assim como a divertida Sinfonietta.

Segundo Klein, a programação já está praticamente finalizada, mas, ainda assim, a equipe continua recebendo solicitações de alunos e professores. “Eles querem tocar mais obras, em mais concertos. Se eu argumento que as agendas já estão cheias, eu recebo mensagens de insistência”, comenta.

Ao todo, nesta 15ª edição, o Femusc deve levar aos palcos do Centro Cultural Scar, onde a programação se concentra, mais de 600 obras. Elas passam pelo repertório erudito e popular e incluem, por exemplo, a suíte do balé “O Quebra-Nozes”, de Piotr Ilitch Tchaikovsky, apresentada com a Escola de Teatro Bolshoi do Brasil, e o Concerto para Oboé e Pequena Orquestra, de Richard Strauss, que executado por Klein garantiu ao Brasil, no início dos anos 2000, o único prêmio Grammy de música erudita da história.

Para acompanhar a programação, que segue até 1 de fevereiro, a plateia terá a chance de garantir ingressos gratuitos distribuídos dois dias antes de cada concerto ou, ainda, adquiri-los antecipadamente pela internet com parte das entradas comercializadas entre R$ 30 e R$ 50. A agenda completa está disponível no www.femusc.com.br.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Femusc

Femusc termina já esboçando a próxima edição

Conforme o diretor-artístico do evento, Alex Klein, em cada edição, o propósito é superar os desafios impostos pela experiência anterior
Femusc termina já esboçando a próxima edição
Femusc

Femusc desembarca em Pomerode

Os ingressos são gratuitos. Para mais informações, basta acessar o site do Femusc.
Femusc desembarca em Pomerode
Femusc

Femusc apresenta montagem completa da ópera La Traviata, nesta sexta-feira, às 20h

Femusc

Femusckinho e Femusc Jovem reúnem cerca de 200 crianças e adolescentes

A programação do Femusc segue até o dia 1 de fevereiro.
Femusckinho e Femusc Jovem reúnem cerca de 200 crianças e adolescentes
Ver mais de Femusc