BR 280

Investigação sobre morte de capitão do Exército termina sete meses após acidente

15 Out 2015 - 19h52
Investigação sobre morte de capitão do Exército termina sete meses após acidente -


O motorista Cleiton Willian Gressin, 22 anos, envolvido no acidente que resultou na morte de duas pessoas, entre elas um capitão do Exército, em abril de 2015, foi indiciado por duplo homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (15), pelo responsável pela Delegacia de Corupá, Cláudio Maurício Francisco. O inquérito ainda vai ser entregue no Fórum da Comarca de Jaraguá do Sul.


As investigações, que duraram pouco mais de sete meses, concluíram o que foi apontado em um vídeo divulgado na época do acidente: o Chevrolet Celta, conduzido por Cleiton, sai da pista e bate de frente com um Ford Fiesta ao retornar, já rodopiando. Dos três passageiros do carro de União da Vitória (PR), dois morreram: o casal Adilson Carvalho e Janete Paula de Freitas. Thaís Cristina Iwanusk, 22 anos, teria tido complicações de saúde após o acidente, precisando passar por uma nova cirurgia no estado vizinho, o que causou a demora na conclusão do inquérito. Cleiton deve responder ao processo em liberdade.
Entenda o caso

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal de Rio Negrinho, no dia 12 de abril, o casal Adilson Carvalho e Janete Paula de Freitas viajava num Ford Fiesta, com placas de União da Vitória-PR, quando foram atingidos de frente por um GM Celta de Corupá, dirigido por Cleiton Willian Gressin, 22 anos, no km 82,6 da rodovia BR-280, em Corupá.


O casal de União da Vitória morreu no local do acidente, enquanto que o motorista do Celta foi levado com ferimentos médios ao Hospital São José, em Jaraguá do Sul. Thaís estava no carro junto com o capitão do Exército e a esposa. Ela teve lesões graves e também foi levada ao Hospital São José. Tanto Cleiton quanto Thaís foram liberados dias depois do acidente.

Matérias Relacionadas

Região

Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta

O objetivo do fórum é ampliar o espaço de fala e escuta sobre os instrumentos de proteção aos patrimônios culturais e divulgar as ações desenvolvidas na região entre 2018 e 2020
Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta
Ver mais de Região