Agressão

Brigas foram destaques do fim de semana na região

29 Fev 2016 - 11h54
Às 2h de sábado, a Polícia Militar foi chamada para um caso de ameaça, na rua Waldemiro Karsten, no Rau. Policiais encontraram uma mulher de 38 anos sendo ameaçada de morte pelo amásio de 34 anos. O homem estava armado com uma faca. Foi preso e entregue na Delegacia de Polícia da Comarca de Jaraguá do Sul.

Às 12h30 de sábado (27), na rua Guaramirim, em Schroeder, a PM foi acionada porque uma pessoa estava ferida após uma briga. Chegando ao endereço, os policiais encontraram um homem de 34 anos com ferimentos nas costas, braços e cabeça, que teriam sido provocados por N.V.P., de 49 anos. Este, por sua vez, disse que agrediu a vítima para se defender, já que ele teria invadido o terreno de sua propriedade sem permissão. Liberado no local mediante assinatura de um Temo Circunstanciado, o homem de 49 anos vai responder por lesão corporal leve.

Às 14h30, em Corupá, na rua Francisco Borges – bairro Ano Bom – a Polícia Militar foi acionada para um caso de violência doméstica contra adolescente. Uma idosa de 62 anos acionou a PM porque o genro agrediu sua neta de 16 anos, com chutes e socos. A briga teria ocorrido depois de uma discussão entre a adolescente e uma irmã de nove anos. O homem chegou a atirar uma cadeira contra a adolescente, que é enteada dele. Antes de fugir, ele ameaçou a sogra dizendo que se ela chamasse a polícia, a próxima vítima seria ela. A PM fez rondas na região, mais não conseguiu localizar o agressor.

Ainda em Corupá, às 17h45 de sábado, na rua Augusto Borchardt – bairro Bomplant – dois jovens, um de 18 e outro de 19 anos, começaram uma briga pela rede social WhatsApp e que, em seguida, um foi até a casa do outro, para tirar satisfações das ofensas feitas pelo telefone. Na frente de casa, os dois começaram uma briga que só terminou com a chegada da Polícia Militar. Os dois estavam com ferimentos nos braços e rostos. Assinaram um TC e foram liberados no local.

Na rua Paraíba, Vila Lenzi, Em Jaraguá do Sul, uma mulher acionou a PM na noite de sábado para prender o marido que a agrediu. De acordo com o que disse a mulher aos PMs, o marido passou três dias bebendo e fumando maconha dentro de casa. Sábado, no entanto, ela resolveu pedir a ele que saísse do imóvel e fosse embora. Ele bateu nela, que correu e foi socorrida pelos vizinhos. O homem não foi localizado.

Na rua João Mass, no Jaraguá 99, às 21h, ocorreu uma discussão por causa de um culto numa igreja evangélica. Uma mulher disse que o vizinho de 41 anos, que mora na frente da igreja vem lhe ameaçando e, em várias ocasiões, atirou pedras contra a igreja. Na noite de domingo (28), foi até a igreja e ameaçou novamente a mulher, durante o culto. Policiais militares conversaram com os dois, mas não houve acordo e, por isso, o homem vai responder pelo crime de ameaça.

Aos 48min de domingo (28), na rua Maria Zastrow, em Guaramirim, um homem de 34 anos foi preso por agrediu a esposa de 20 anos. O caso, segundo ela, ocorreu numa festa. Ela foi socorrida pelos bombeiros e ele preso e levado para a Delegacia de Polícia.

Na rua Christina Adriana Pereira, bairro São Luís, às 18h de sábado, uma mulher que está separada há pelo menos oito anos, informou que o ex-marido vem lhe importunando constantemente e que, no sábado chegou na casa dela armado com um facão e a ameaçou de morte. A mulher ligou para a Polícia Militar, mas o homem não esperou os policiais, fugindo e não foi mais encontrado. A mulher foi orientada.

Às 13h10 de domingo (28), no bairro Bomplant, em Corupá, uma mulher de 44 anos acionou a Polícia Militar por causa de uma briga que teve com o companheiro de 31 anos. A mulher disse que o homem a agrediu e fugiu em seguida e que ele tem um mandado de prisão em aberto, na Comarca de Rio Negro-PR. A Polícia Militar fez rondas, mas não localizou o acusado.

Já às 17h25, na rua Holanda Petry Satler, em Guaramirim, uma adolescente de 16 anos chamou a Polícia Militar porque o motorista de um Ford Fiesta, cor branca, teria ameaçado a mesma, depois que esta recusou o convite para entrar no carro. Os policiais conversaram com a menor e obtiveram informações sobre o veículo, que não foi mais localizado.

Às 19h30, no bairro Seminário, em Corupá, na rua Adele Hermann, ocorreu mais um caso de agressão contra mulher. Os policiais encontraram uma mulher caída, com as roupas sujas de sangue e o marido sentado na varanda da casa. Os bombeiros atenderam a mulher, enquanto a Polícia Militar prendeu o acusado L.R.M., de 27 anos. Os dois estavam embriagados e brigaram porque, segundo ele, a mulher falou mal da sogra.

Às 23h45 de domingo (28), na Ilha da Figueira, em Guaramirim, ocorreu uma briga próximo a um bar. Policiais receberam através da Central Regional de Emergências (190) a informação de que um homem estava armado com uma faca. No local, foi encontrado um homem de 62 anos (A.B.), caído com vários ferimentos e cortes pelo corpo, causados por faca. O autor P.B.N., de 38 anos se apresentou, alegando ter agido em legítima defesa. Os dois são vizinhos e, na casa do agressor, foi encontrada a faca usada no crime. O homem foi socorrido pelos bombeiros inconsciente, com ferimentos nos braços, cabeça.

Matérias Relacionadas

Região

Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta

O objetivo do fórum é ampliar o espaço de fala e escuta sobre os instrumentos de proteção aos patrimônios culturais e divulgar as ações desenvolvidas na região entre 2018 e 2020
Patrimônio cultural do Rio da Luz será tema de fórum nesta quarta
Ver mais de Região