INTERNACIONAL

Trump veta lei para encerrar ajuda militar americana para guerra no Iêmen

16 Abr 2019 - 22h29

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, emitiu um segundo veto em seu mandato, ao se recusar a assinar uma resolução do Congresso que teria encerrado a participação americana na guerra no Iêmen, liderada pela Arábia Saudita.

"Esta resolução é uma tentativa desnecessária e perigosa de enfraquecer minhas autoridades constitucionais, ameaçando a vida de cidadãos e bravos militares americanos, tanto hoje como no futuro", afirmou Trump em comunicado nesta terça-feira. Segundo ele, exceto por operações antiterrorismo contra a Al-Qaeda na Península Arábia e o Estado Islâmico, os EUA não estão envolvidos em confrontos no Iêmen.

A Câmara dos Representantes e o Senado aprovaram a resolução para questionar o governo Trump por seu apoio à Arábia Saudita. Legisladores americanos mostram-se frustrados com o apoio da Casa Branca ao reinado após a morte do jornalista Jamal Khashoggi nas mãos de agentes sauditas no ano passado.

A resolução previa que Trump tivesse 30 dias para encerrar a ajuda militar no Iêmen, num conflito de anos que já matou milhares de civis e levou milhões de pessoas à beira da fome. Alguns democratas na Câmara defendiam a introdução de medidas contra Riad, incluindo limites à venda de armas ao país, caso Trump vetasse a lei. Fonte: Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha no menor nível em um mês após acordo sobre Orçamento

Bolsa de Valores tem pequena queda em dia de ajustes
Saúde

Espanha vai doar medicamentos do kit intubação ao Brasil

Insumos chegarão no final da próxima semana
Segurança

Tiroteio em Indianapolis deixa oito mortos e vários feridos

Incidente ocorreu em um armazém da FedExc, empresa de carga aérea
Saúde

Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China

Insumos foram comprados por grupo de empresas e serão doados ao SUS
Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China
Ver mais de Mundo