Delivery Much
INTERNACIONAL

Recursos liberados visam dar sequência à acolhida de venezuelanos, diz ministro

01 Mai 2019 - 12h42Por Márcio Rodrigues

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que o governo pretende acelerar o processo de internalização dos venezuelanos que chegam ao Brasil. Ele defendeu o projeto de acolhida e disse que a intenção é evitar que os imigrantes fiquem concentrados na fronteira entre os dois países, em Pacaraima, em Roraima. Segundo O ministro, os novos recursos, liberados na terça-feira, 30, pelo governo, são para dar continuidade ao processo.

Ao ser questionado se haveria um novo projeto de acolhida, depois que o governo liberou um crédito suplementar de quase R$ 224 milhões para assistência emergencial e acolhimento humanitário dos venezuelanos, Azevedo e Silva disse apenas tratar-se de uma continuação do processo anterior.

"Os recursos previstos para um ano acabaram em março. O governo fez uma suplementação para a Defesa, para prolongarmos a operação por mais um ano. É a continuação da mesma operação, que está indo muito bem", afirmou o ministro, após participar de um encontro que reuniu o Estado Maior das Forças Armadas, comandantes dessas Forças, o ministro de Relações Exteriores (MRE), Ernesto Araújo, e o ministro do GSI, general Augusto Heleno, além do presidente Jair Bolsonaro.

Na terça-feira, o governo editou Medida Provisória para abrir crédito extraordinário, em favor do Ministério da Defesa, no valor de R$ 223,853 milhões, para assistência emergencial e acolhimento humanitário dos venezuelanos. A MP foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira

No domingo (17), os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram por unanimidade o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford contra a Covid-19
Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira
Saúde

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Vacina é fabricada pela Rússia
Saúde

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

Decisão depende de publicação para entrar em vigor
Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid
Esportes

Final da Libertadores faz CBF mudar jogos de Palmeiras e Santos

Equipes atuariam no Brasileiro um dia após final continental
Ver mais de Mundo