Dia internacional das Mulheres
INTERNACIONAL

Primeiro-ministro da Polônia cancela visita a Israel

17 Fev 2019 - 15h48Por AE

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, cancelou planos de participar em uma reunião de líderes da Europa Central em Israel, que começa a partir de segunda-feira, em meio a novas tensões sobre como o comportamento polonês durante o Holocausto é lembrado e caracterizado.

Morawiecki informou o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de sua decisão por telefone neste domingo, disse o chefe da chancelaria do primeiro-ministro, Michal Dworczyk. Segundo ele, o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Jacek Czaputowicz, planeja participar do evento no lugar de Morawiecki.

Dworczyk não deu uma razão para o cancelamento da participação do primeiro-ministro. Mas autoridades polonesas ameaçaram desistir da reunião depois que o líder israelense fez um comentário sobre o Holocausto e a Polônia enquanto estava em Varsóvia na quinta-feira.

Netanyahu disse, durante uma conferência sobre Oriente Médio organizada pelos Estados Unidos e pela Polônia, que "poloneses cooperaram com os nazistas" - palavras que sugerem que alguns poloneses participaram do assassinato de judeus durante a ocupação alemã da Polônia. Ele foi inicialmente citado pelo Jerusalem Post dizendo "os poloneses", o que poderia ser interpretado como atribuição de culpa a toda a nação.

Tanto o escritório de Netanyahu quanto o jornal disseram que ele foi mal interpretado devido a um erro de edição. O governo polonês convocou o embaixador israelense na sexta-feira e mais tarde disse que não está satisfeito com a explicação do líder israelense sendo citado incorretamente.

Netanyahu iria se reunir com os líderes dos quatro países da Europa Central, conhecidos como Grupo Visegrad - Polônia, Hungria, República Tcheca e Eslováquia - durante o encontro de dois dias em Israel.

Varsóvia e Jerusalém tiveram grande discussão no ano passado sobre uma nova lei polonesa que tornou ilegal culpar a Polônia por colaboração no Holocausto. O governo nacionalista da Polônia procurou se concentrar apenas em casos de heroísmo por parte dos poloneses durante a ocupação alemã do país na Segunda Guerra Mundial. A lei foi vista por muitos como uma tentativa de anular pesquisa e discussão sobre participação de poloneses no assassinato da população judaica da Polônia. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility

A estimativa é que o Brasil obtenha 10,6 milhões de doses
Saúde

Pesquisadores desenvolvem máscara que inativa coronavírus

A ação do equipamento é devida à presença de um nanofilme de quitosana, na camada intermediária da máscara, substância derivada da casca do camarão
Saúde

Biden determina que estados priorizem vacinação de professores

Pediu ainda que os estados apliquem pelo menos uma dose de imunizante em cada educador até o fim de março.
Economia

Preços de gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias

Litro da gasolina ficou R$ 0,12 mais caro (4,8%)
Preços de gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias
Ver mais de Mundo