Delivery Much
INTERNACIONAL

Para Ernesto Araújo, Guaidó não teve derrota na Venezuela e houve um avanço

03 Mai 2019 - 16h53Por Daniel Weterman e Julia Lidner

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que o líder opositor venezuelano Juan Guaidó não foi derrotado no último dia 30 ao convocar a população para pressionar o presidente Nicolás Maduro. A interpretação de Araújo foi de que houve "avanço" no processo e que a pressão diplomática dos países do Grupo de Lima já fez efeito no país vizinho.

"No Grupo de Lima, hoje, nós queremos deixar muito claro o fato de que o que aconteceu no dia 30, no dia 1º, não é de forma nenhuma uma derrota desse ímpeto pela liberdade, pela democracia. Ao contrário, isso exige que a comunidade internacional continue trabalhando, como vem trabalhando", disse Araújo, após participar de um almoço oferecido aos formandos do Instituto Rio Branco, no Itamaraty.

O ministro afirmou que os países que apoiam o autoproclamado presidente interino da Venezuela se esforçam para não deixar ser criada uma narrativa, "que seria falsa", de um retrocesso no processo.

Ele enfatizou que houve "um avanço" e que é preciso discutir novos elementos de pressão diplomática sobre a Venezuela.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira

No domingo (17), os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram por unanimidade o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford contra a Covid-19
Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira
Saúde

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Vacina é fabricada pela Rússia
Saúde

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

Decisão depende de publicação para entrar em vigor
Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid
Esportes

Final da Libertadores faz CBF mudar jogos de Palmeiras e Santos

Equipes atuariam no Brasileiro um dia após final continental
Ver mais de Mundo