Delivery Much
INTERNACIONAL

Pai de Meghan Markle diz estar 'orgulhoso' do nascimento do neto

07 Mai 2019 - 13h58

A família de Meghan Markle causou algumas polêmicas desde que a então atriz oficializou seu relacionamento com o príncipe Harry. O pai dela, por exemplo, Thomas Markle, ganhou o noticiário após planejar fotos falsas para melhorar sua imagem diante da mídia.

O episódio teria estremecido a relação entre ambos e, sete meses após o casamento, Thomas procurou a rainha Elizabeth II para tentar se reconciliar com a filha. Agora, depois de um tempo sem se manifestar, o pai da duquesa de Sussex falou sobre o nascimento do neto.

"Estou muito feliz em saber que mãe e filho estão bem. Estou orgulhoso que o meu novo neto nasceu na família real britânica e tenho certeza de que ele crescerá para servir a coroa e o povo da Bretanha com graça, dignidade e honra", disse Thomas, de 74 anos, em comunicado publicado pelo jornal Mirror.

"Deus abençoe a criança e eu desejo a ele saúde e felicidade, e meus parabéns a minha adorável filha duquesa Meghan e ao príncipe Harry, e Deus salve a rainha", completou ele.

No comunicado divulgado pelo Palácio de Buckingham sobre o nascimento do filho de Meghan Markle e do príncipe Harry, havia menção apenas à mãe da atriz, que estava com ela na casa do casal.

Embora o menino, que ainda não teve o nome divulgado, tenha nascido em uma família da realeza, ele não terá título de príncipe. Por estar longe na linha de sucessão ao trono, mais especificamente na sétima posição, ele deve ter o título de conde de Dumbarton.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Final da Libertadores faz CBF mudar jogos de Palmeiras e Santos

Equipes atuariam no Brasileiro um dia após final continental
Saúde

Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

Inicialmente a previsão era sair nesta quinta-feira do país
Economia

Dólar fecha com pequena queda, vendido a R$ 5,31

Bolsa caiu 1,44% em dia de ajustes
Dólar fecha com pequena queda, vendido a R$ 5,31
Saúde

Japão passa a exigir exame negativo de covid-19 para entrada no país

Ver mais de Mundo