Dia internacional das Mulheres
INTERNACIONAL

Ortega descarta adiantar eleições na Nicarágua

09 Mar 2019 - 23h20Por AE

O governo do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, descartou adiantar as eleições de 2021, apesar de ter avançado nas discussões com a oposição no que diz respeito à libertação de presos em protestos.

"O governo está comprometido com o fortalecimento da democracia e o respeito à ordem constitucional da Nicarágua", diz um documento da chancelaria do país, enviado à imprensa. "Porém, as eleições presidenciais e legislativas estão estabelecidas para 2021."

A coalizão opositora Aliança Cívica, que participa do diálogo com representantes de Ortega desde 27 de fevereiro, insistiu em comícios pela mudança rápida de governo, em meio à crise mais grave que o país viveu nos últimos 40 anos.

Segundo o comunicado, o primeiro ponto da agenda do governo é o "fortalecimento das instituições eleitorais" mediante recomendações formuladas pela Organização dos Estados Americanos (OEA). Além disso, há "reformas eleições que vão aperfeiçoar o pleito".

O segundo ponto propõe "justiça e reparação" para consolidação da paz e da segurança na Nicarágua.

O último ponto trata da "libertação de presos nos protestos contra o Estado da Nicarágua a partir de abril de 2018", quando eclodiram protestos contra Ortega, no poder desde 2006. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility

A estimativa é que o Brasil obtenha 10,6 milhões de doses
Saúde

Pesquisadores desenvolvem máscara que inativa coronavírus

A ação do equipamento é devida à presença de um nanofilme de quitosana, na camada intermediária da máscara, substância derivada da casca do camarão
Saúde

Biden determina que estados priorizem vacinação de professores

Pediu ainda que os estados apliquem pelo menos uma dose de imunizante em cada educador até o fim de março.
Economia

Preços de gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias

Litro da gasolina ficou R$ 0,12 mais caro (4,8%)
Preços de gasolina, diesel e gás aumentam hoje nas refinarias
Ver mais de Mundo