dengue
INTERNACIONAL

Número de desaparecidos por incêndios na Califórnia chega a 631

16 Nov 2018 - 16h13

ma semana depois do início de dois gigantescos incêndios que atingem a Califórnia, o número de pessoas desaparecidas por causa aumentou dramaticamente e subiu para 631 nesta sexta-feira, 16. O número de mortos no "Camp Fire", o incêndio florestal mais letal da história do estado na costa oeste dos Estados Unidos, subiu para 63, depois que as autoridades encontraram mais sete corpos na quinta-feira (15). Outras três foram mortas pelo Woolsey Fire, no sul do estado.

O condado de Butte, no norte do estado, onde acontece o incêndio batizado como "Camp Fire", que com 63 vítimas mortais já é o mais mortífero da história californiana, atualizou na noite desta quinta-feira, 15, a lista de pessoas desaparecidas para 631. O número é mais que o dobro do registrado pela manhã e quase cinco vezes maior que na quarta-feira, 14.

As outras três mortes aconteceram no incêndio que atinge o sul do estado, perto de Los Angeles, e onde as autoridades declararam que não há informação de nenhuma pessoa desaparecida.

A maioria dos desaparecidos vive em Paradise, cidade de 26 mil habitantes que foi destruída pelas chamas. O município fica aos pés da Sierra Nevada, em meio a um clima seco e ensolarado que no último meio século atraiu muitos aposentados. A maioria das pessoas que aparece na lista de desaparecidos tem mais de 60 anos.

Combate aos incêndios

Os bombeiros, por sua parte, conseguiram avançar e controlaram 40% do incêndio após alguns dias com os trabalhos praticamente estancados por conta das condições meteorológicas desfavoráveis.

De acordo com os cálculos mais recentes, o "Camp Fire" queimou um total de 10.321 edifícios (8.650 deles imóveis particulares) e afetou 56.655 hectares.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, e o secretário de Interior americano, Ryan Zinke, visitaram nesta quarta a área afetada e prometeram auxílio estadual e federal para ajudar nas tarefas de recuperação.

No próximo sábado, o presidente Donald Trump deverá visitar o Estado para se reunir com pessoas afetadas pelas chamas.

Os efeitos do fogo alcançam a área da baía de São Francisco, de sete milhões de pessoas e a 280 quilômetros de distância do incêndio, onde desde a última semana está ativo um alerta pela má qualidade decorrente da fumaça. (Com agências)

Matérias Relacionadas

Política

Governador lidera comitiva em busca de novas parcerias com Portugal

A viagem está marcada entre os dias 8 e 14 de julho. O objetivo é fortalecer as relações entre o estado e o país europeu, explorando oportunidades de cooperação nas áreas de tecnologia, turismo e comércio
Governador lidera comitiva em busca de novas parcerias com Portugal
Esportes

Jaraguá do Sul recebe Seleção Brasileira de Vôlei para amistosos

As partidas ocorrerão na próxima semana, dias 19 e 20, na Arena Jaraguá
Jaraguá do Sul recebe Seleção Brasileira de Vôlei para amistosos
Geral

Polícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz

Conab também instaurou uma apuração interna
Polícia Federal abre investigação sobre leilão de arroz
Economia

Taxação de importação até US$ 50 e Projeto Mover vão à sanção

PL 914/24 foi aprovado na Câmara por 380 votos contra 26
Taxação de importação até US$ 50 e Projeto Mover vão à sanção
Ver mais de Mundo