Dia internacional das Mulheres
INTERNACIONAL

Na OEA, presidente da Colômbia pede mais pressão sobre Maduro na Venezuela

15 Fev 2019 - 17h30

O presidente da Colômbia, Iván Duque, pediu que os integrantes da Organização dos Estados Americanos (OEA) aumentem a pressão sobre o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para que ele abandone o poder.

A Colômbia, que abriga mais de 1 milhão de refugiados venezuelanos, integra um grupo numeroso de países da OEA que reconhecem o líder oposicionista Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

"Temos de estar à altura dos cidadãos que estão saindo às ruas vendo essa esperança, para que a esperança não diminua", afirmou Duque durante sessão extraordinária da OEA.

Presidente da Assembleia Nacional, Guaidó se declarou presidente interino em 23 de janeiro e tem dito que a única negociação possível seria pela saída do presidente que ele julga "usurpador". Maduro, por sua vez, afirma que pretende governar até o fim de seu mandato, em 2025. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar chega a R$ 5,55, mas fecha estável com notícias do exterior

Bolsa de valores sobe 1,35% e volta a superar os 112 mil pontos
Saúde

Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility

A estimativa é que o Brasil obtenha 10,6 milhões de doses
Saúde

Pesquisadores desenvolvem máscara que inativa coronavírus

A ação do equipamento é devida à presença de um nanofilme de quitosana, na camada intermediária da máscara, substância derivada da casca do camarão
Saúde

Biden determina que estados priorizem vacinação de professores

Pediu ainda que os estados apliquem pelo menos uma dose de imunizante em cada educador até o fim de março.
Ver mais de Mundo