INTERNACIONAL

Mourão diz que Brasil manterá posição de 'não intervenção' na Venezuela

25 Fev 2019 - 16h29Por Gregory Prudenciano

O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, afirmou que o País vai "manter a linha de não intervenção" na Venezuela, recorrendo somente às estratégias de "pressão diplomática e econômica", a fim de que uma "solução pacífica" se instaure no país vizinho. O posicionamento do Brasil foi anunciado pelo vice-presidente em sua conta no Twitter.

Mourão, que está participando do encontro do Grupo de Lima, que discute a situação política atual da Venezuela, disse que não haverá "aventuras" com relação ao país caribenho. O vice-presidente ainda condenou a violência cometida ante manifestantes contrários ao regime de Nicolás Maduro. "Condenamos o regime de Nicolás Maduro e estamos indignados com a violência contra a população venezuelana".

Na semana passada, soldados venezuelanos abriram fogo contra civis que se opunham à operação que buscava impedir o acesso à Venezuela de caminhões com ajuda humanitária. Duas pessoas morreram no incidente.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha praticamente estável a R$ 5,60

Bolsa encerra segunda-feira com pequena alta
Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Ver mais de Mundo