INTERNACIONAL

Merkel defende manutenção de acordo nuclear com Irã após críticas de Pence

16 Fev 2019 - 10h16

A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu a decisão de países europeus de apoiar o acordo nuclear com o Irã, descrevendo-o como uma "âncora" que permite ao Ocidente exercer pressão. Os comentários foram feitos por ela durante a Conferência de Segurança de Munique, na Alemanha, neste sábado.

Nesta semana, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, acusou Alemanha, França e Reino Unido de tentar "quebrar" as sanções americanas contra o Irã e pediu que seguissem Washington ao deixar o acordo nuclear com o país persa.

Merkel afirmou que a divisão sobre o Irã "me deprime muito". Ela disse que "vejo o programa de mísseis balísticos, vejo o Irã no Iêmen e, acima de tudo, vejo o Irã na Síria". Por outro lado, acrescentou que o "único ponto que nos interpela nessa questão é: ajudamos nossa causa comum, nosso objetivo comum de conter o desenvolvimento prejudicial do Irã, retirando-nos do único acordo remanescente? Ou ajudamos mais mantendo a pequena âncora que temos para, talvez, exercer pressão em outras áreas?". Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Saúde

Brasil registra 1.428 novas mortes por covid-19

País teve 10,32 milhões de casos; recuperados passam de 9 milhões
Ver mais de Mundo