Joaçaba Pneus
INTERNACIONAL

Líder do Hezbollah critica Trump sobre combate contra Estado Islâmico na Síria

16 Fev 2019 - 18h06

O líder do grupo Hezbollah criticou o presidente dos EUA, Donald Trump, antes de sua esperada declaração de vitória contra o grupo extremista Estado Islâmico na Síria. Hassan Nasrallah disse neste sábado que, não fossem os EUA, as forças do governo sírio, apoiadas por combatentes do Hezbollah, teriam derrotado os extremistas há muito tempo.

As forças sírias recuperaram do Estado Islâmico todas as áreas a Oeste do rio Eufrates até o fim de 2017, enquanto que no lado Leste, é esperado que os combatentes curdos apoiados pelos EUA encerrem sua batalha contra o grupo extremista nos próximos dias.

Nasrallah disse que a declaração de vitória contra o Estado Islâmico será feita pelo "maior hipócrita do mundo, o presidente americano Donald Trump".

Um comandante das forças curdas em combate ao Estado Islâmico informou neste sábado que estão se aproximando do último reduto de militantes do grupo extremista em uma pequena área de menos de um quilômetro quadrado no leste da Síria e em breve declarariam a vitória.

Ontem, Trump afirmou que a Casa Branca faria um anúncio sobre a luta contra o Estado Islâmico até o fim deste sábado. "Temos muitos anúncios sobre a Síria e nosso sucesso com a erradicação do califado e isso será anunciado nas próximas 24 horas", disse Trump a jornalistas nesta sexta-feira.
Fonte: Associated Press

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022

Compromisso consta em documento final da reunião de líderes do grupo
G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022
Esportes

Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela

Seleção faz 3 a 0 com gols de Marquinhos, Neymar e Gabriel Barbosa
Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela
Saúde

Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos

Estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela agência
Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos
Esportes

Em nota, jogadores da seleção criticam Copa América, mas negam boicote

Texto foi publicado nas redes sociais após vitória contra o Paraguai
Em nota, jogadores da seleção criticam Copa América, mas negam boicote
Ver mais de Mundo