GNet
Caraguá
INTERNACIONAL

Itamaraty avalia envio de transporte a brasileiros que queiram deixar Venezuela

26 Fev 2019 - 14h51

O Itamaraty está preparando medidas de assistência para retirar brasileiros que queiram deixar a Venezuela diante do agravamento da crise no país vizinho. Desde o sábado, 23, o Consulado do Brasil em Caracas envia um formulário aos brasileiros perguntando se têm interesse em sair de lá caso sejam oferecidos meios de transporte pelo governo do Brasil.

"Em caso de agravamento da situação política na Venezuela teria interesse em retornar ao Brasil caso o governo brasileiro venha oferecer meios de transporte?" é a pergunta feita aos residentes. Além disso, o Itamaraty sonda quantos dependentes acompanhariam cada um que responde ao questionário.

Sábado foi o dia em que os confrontos nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e com a Colômbia se intensificaram após o governo de Nicolás Maduro impedir a entrada de caminhões com ajuda humanitária em seu território.

Na ocasião, o Ministério de Relações Exteriores do Brasil divulgou dois alertas aos brasileiros. Um deles justamente explicando a importância de se responder ao questionário. "Em vista da situação por que passa a Venezuela, este Consulado-Geral está coletando informações dos brasileiros residentes no país para fins de adotar medidas cabíveis de assistência consular. Para tanto, solicita o preenchimento do formulário".

O outro comunicado divulgado pedia que os brasileiros evitassem as áreas de conflito na Venezuela. "O Consulado-Geral recomenda, também, aos turistas brasileiros que evitem viajar à Venezuela neste momento e enquanto perdurar a situação", completa o alerta do Itamaraty.I

Caraguá

Matérias Relacionadas

Saúde

Aumento de casos de Covid-19 não deve elevar número de óbitos, afirma ministro

Queiroga disse também que, nos próximos 15 dias, serão distribuídos 14 milhões de testes rápidos de antígenos.
Aumento de casos de Covid-19 não deve elevar número de óbitos, afirma ministro
Geral

Incêndio em Nova York deixa 19 mortos, nove deles crianças

Fogo no bairro de Bronx deixou ainda centenas de feridos
Economia

Dólar cai para R$ 5,63, após dados de emprego nos EUA

Bolsa subiu 1,14%, mas fechou semana em baixa
Saúde

Covid-19: reações à vacina em crianças são raras, dizem especialistas

Para pesquisadores, risco de não vacinar supera qualquer reação
Covid-19: reações à vacina em crianças são raras, dizem especialistas
Ver mais de Mundo