sábado, 20 de abril de 2019 - 05h33
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo
INTERNACIONAL

Irã diz que qualquer diálogo com os EUA "só trará dano material e espiritual"

13 Fev 2019 - 15h35

O Líder Supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, afirmou nesta quarta-feira que quaisquer consultas com os Estados Unidos "não trarão nada além de prejuízo material e espiritual". A declaração é dada antes de uma reunião liderada pelos americanos sobre Oriente Médio em Varsóvia, que deve ter como foco a república islâmica.

As declarações de Khamenei vem a público dois dias após o Irã marcar 40 anos da Revolução Islâmica de 1979, em um momento de tensões bilaterais. Para o líder iraniano, "não é imaginável" conseguir resolver qualquer assunto com os EUA e as negociações com os americanos seriam "um erro imperdoável".

Em 2015, Khamenei aprovou negociações entre o Irã e os EUA que resultaram no acordo multilateral para conter o programa nuclear de Teerã. O acordo prevê que o Irã limite o enriquecimento de urânio, em troca da retirada de sanções econômicas. Ele foi fechado no governo do ex-presidente americano Barack Obama, mas o atual líder, Donald Trump, se retirou da iniciativa, em maio passado. A Organização das Nações Unidas apoiou Teerã no caso, porém autoridades iranianas ameaçaram retomar o enriquecimento em níveis mais altos. O processo pode ser usado tanto para fins pacíficos como para a construção de armas nucleares. Fonte: Dow Jones Newswires.