INTERNACIONAL

Hungria: Viktor Orban rejeita expulsão do Fidesz do partido Popular Europeu

04 Mar 2019 - 17h54Por AE

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, denunciou que os membros do Parlamento Europeu que pedem a expulsão do seu partido estão sendo manipulados pela oposição de esquerda.

Os comentários de Orban ao jornal alemão Die Welt foram feitos depois que membros do Partido Popular Europeu, de centro-direita, pediram que o partido do primeiro-ministro, Fidesz, seja expulso, após uma campanha de seu governo considerada antissemita por imagens que usam o bilionário George Soros e o presidente do Comissão Europeia Jean-Claude Juncker.

Orban disse que aqueles que pedem a expulsão do Fidesz "são, como disse Lenin, alguns 'idiotas úteis', que acreditam que estão envolvidos em uma luta espiritual, mas na realidade estão sendo manipulados pelos poderosos interesses de outros, que são de fato nossos opositores".

O primeiro-ministro disse ainda que os húngaros não acreditam que os cartazes sejam antissemitas. "Não posso fazer nada com relação ao fato de que George Soros é húngaro de origem judaica", afirmou. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Ver mais de Mundo