INTERNACIONAL

França: Macron faz apelo por fortalecimento da Europa antes das eleições da UE

04 Mar 2019 - 20h22Por AE

O presidente da França, Emmanuel Macron, pediu a cidadãos da União Europeia que usem seus votos nas próximas eleições para o Parlamento Europeu para proteger e fortalecer uma Europa "ameaçada". "Nunca, desde a Segunda Guerra Mundial, a Europa foi tão essencial. Ainda assim, ela nunca esteve tao ameaçada", escreveu Macron, em coluna publicada na segunda-feira no site do jornal francês Le Parisien.

O líder francês, que fez campanha como um forte defensor da União Europeia (UE), chamou o Brexit de símbolo dos problemas que assolam a Europa, alegando que "mentiras" e "irresponsabilidade" levaram à decisão de saída do Reino Unido da UE. Macron aconselhou os eleitores do pleito para o Parlamento Europeu previsto para 23 a 26 de maio a rejeitar partidos nacionalistas que "não oferecem nada".

"A armadilha é não fazer parte da União Europeia", disse ele na coluna, que deve aparecer nas edições de terça-feira de jornais dos 28 países-membros da UE. Macron decidiu falar diretamente os eleitores do bloco em um esforço para usar as eleições para dar um novo impulso à UE, disse seu gabinete.

Macron sugere que a Europa deveria ser mais independente de outras potências mundiais. Ele propõe a criação de uma agência que forneça a cada Estado-membro especialistas para proteger seu processo de votação contra ataques cibernéticos e outras manipulações. Ele também quer banir o financiamento dos partidos políticos da UE por potências estrangeiras.

Para lidar melhor com a crise dos migrantes, Macron pede controles de fronteira mais rigorosos e uma força de fronteira comum. Ele sugere a introdução de regras comuns de asilo.

O líder francês também propõe um tratado de defesa para definir as obrigações fundamentais do bloco com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), incluindo o aumento de gastos de defesa. Ele defendeu que o Reino Unido seja associado a decisões neste campo mesmo depois do Brexit.

No campo econômico, Macron sugere aplicar penalidades ou banir da Europa qualquer empresa que comprometa os principais interesses e valores da UE, como padrões ambientais, proteção de dados e pagamento de impostos. Ele diz que o bloco deve priorizar empresas europeias em setores estratégicos e contratos públicos, como fazem os concorrentes norte-americanos e chineses.

Macron diz querer que a Europa assuma a liderança da luta contra as mudanças climáticas, estabelecendo uma meta de emissões zero de dióxido de carbono até 2050 e reduzindo pela metade o uso de pesticidas até 2025. "Esta é a escolha que proponho: mapear o caminho para a renovação europeia", conclui o líder francês. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Ver mais de Mundo