INTERNACIONAL

França: "coletes amarelos" entram em confronto com a polícia em protesto

16 Mar 2019 - 09h10Por AE

Manifestantes franceses "coletes amarelos" entraram em confronto neste sábado com a polícia de choque perto do Arco do Triunfo, em Paris, ao começar o 18º fim de semana consecutivo de protestos contra o presidente Emmanuel Macron.

Depois dos números cada vez menores nos últimos fins de semana, os manifestantes esperam que a marcha mais recente possa dar nova vida ao movimento de 4 meses. Eles jogaram bombas de fumaça e outros objetos em policiais ao longo da Champs-Elysées - cena de repetidos tumultos - e começaram a bater nas janelas de uma van da polícia. A polícia de choque recuou, assim como um canhão de água, quando os manifestantes chutaram a lateral de um caminhão.

Mais tarde, um canhão de água foi acionado em uma via para tentar empurrar manifestantes agrupados entre lojas Cartier e Mont Blanc. Um veículo em chamas foi visto em um bairro próximo, onde outro grupo se reunia.

A polícia de Paris informou que 20 pessoas foram presas na metade da manhã (horário local). Preparando-se para um possível aumento no número de manifestantes e na violência, a capital francesa deslocou mais policiais para as ruas neste sábado do que nos fins de semana anteriores. A polícia fechou várias ruas e se espalhou pela margem direita do Sena.

Grupos de coletes amarelos representando professores, desempregados e sindicatos estavam entre os que organizaram dezenas de manifestações e marchas no sábado, na capital e no restante da França. As ações marcam o fim de um debate nacional de dois meses que Macron organizou para responder às preocupações dos manifestantes.

Os manifestantes rejeitam o debate como palavras vazias e uma jogada de campanha da Macron para as eleições do Parlamento Europeu em maio. Eles estão irritados com os altos tributos e com as políticas da Macron vistas como direcionadas para o mundo dos negócios.

Em seu apelo online para os protestos de sábado, organizadores disseram que querem que o dia sirva como um "ultimato" para "o governo e os poderosos". Fonte: Associated Press.

Matérias Relacionadas

Saúde

Pentágono prevê vacina contra covid-19 até o fim do ano

Especialista diz que é possível esperar produto nesse período
Geral

Tremor de terra atinge o Chile, mas sem vítimas

Terremoto foi sentido em Arica e Atacama
Saúde

Em dia de conscientização, médicos alertam sobre obesidade infantil

Quarentena pode ser oportunidade para restabelecer hábitos saudáveis
Em dia de conscientização, médicos alertam sobre obesidade infantil
Saúde

Ferramenta usa inteligência artificial para parar de fumar

Ferramenta usa inteligência artificial para parar de fumar
Ver mais de Mundo