INTERNACIONAL

EUA impõem sanções contra 6 agentes de Maduro por bloquear ajuda humanitária

01 Mar 2019 - 15h16Por Gabriel Bueno da Costa

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos impôs sanção contra seis integrantes do governo "ilegítimo" do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusando-os de estarem ligados à obstrução das entregas de ajuda humanitária na fronteira da Venezuela em 23 de fevereiro. Segundo o governo do presidente Donald Trump, a atuação do regime de Maduro exacerba uma crise humanitária que deixa milhões com fome e sem acesso a cuidados de saúde.

A autoridades atingidas pelas sanções são o major-general Richard Jesús López, comandante da Guarda Nacional Bolivariana; Jesus Maria Mantilla Oliveros (Mantilla), também major-general e Comandante da Região de Guayana; Alberto Mirtiliano Bermúdez Valderrey, general de divisão no Estado de Bolívar, que faz fronteira com o Brasil; José Leonardo Noroño Torres, comandante de divisão do Estado de Táchira; José Miguel Domínguez Ramírez, comissário-chefe das Forças Armadas em Táchira; e Cristhiam Abelardo Morales Zambrano, coronel. Todas as propriedades e interesses desses indivíduos ou de entidades deles, direta ou indiretamente, em que tenham 50% ou mais de participação e estejam nos EUA serão bloqueadas, com a sanção.

Os EUA ressaltam ainda que as sanções não são permanentes e podem ser revertidas caso os alvos tomem medidas para restaurar a ordem democrática e se colocarem contra os abusos do "ex-regime de Maduro".

O governo americano não reconhece mais Maduro e afirma que o líder oposicionista Juan Guaidó é o presidente interino do país, neste momento.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Ver mais de Mundo