105 Ouça
Caraguá
INTERNACIONAL

EUA e Coreia do Sul encerram principais exercícios militares conjuntos

03 Mar 2019 - 20h11

A Coreia do Sul e os EUA encerraram seus exercícios militares em grande escala e substituíram por exercícios menores, no que eles chamam de um esforço para apoiar a diplomacia destinada a resolver a crise nuclear norte-coreana.

A decisão foi anunciada pelos dois países neste domingo e veio depois que presidente americano, Donald Trump, reclamou do custo dos treinos conjuntos.

Em seguida, Trump escreveu em seu Twitter: "A razão pela qual eu não quero exercícios militares com a Coreia do Sul é poupar centenas de milhões de dólares para os EUA para o qual nós não somos reembolsados". "Essa foi a minha posição muito antes de eu me tornar presidente. Além disso, reduzir as tensões com a Coreia do Norte neste momento é uma coisa boa", acrescentou.

De acordo com as autoridades dos EUA, o novo treinamento será feito em exercícios menores, exercícios de mesa e simulações, e envolverá unidades menores, como batalhões e empresas, em vez de formações massivas envolvendo milhares de tropas, como no passado. O novo treinamento, apelidado de "Dong Maeng", que significa "aliança" em inglês, começa nesta segunda-feira e vai até o dia 12 de março, com aspectos operacionais e táticos das operações militares em geral sobre a Península.

O cancelamento dos exercícios tem sido uma exigência da Coreia do Norte, que vê eles como um ensaio de invasão. Mas alguns especialistas dizem que isso provavelmente enfraquecerá a prontidão militar dos aliados em meio a preocupações de que as tensões irromperem novamente na esteira da cúpula nuclear fracassada no Vietnã.

Trump há muito se queixa do custo dos exercícios militares com a Coreia do Sul. Depois de sua segunda cúpula com Kim Jong-un, que terminou sem qualquer acordo em Hanói na quinta-feira, Trump falou novamente sobre o custo de exercícios militares anuais. "É uma coisa muito, muito cara e nós temos que pensar sobre isso também", disse Trump a repórteres. Fonte: Associated Press

Caraguá

Matérias Relacionadas

Economia

WEG vai abrir nova fábrica na Ásia

Previsão de inauguração é para o primeiro semestre deste ano
WEG vai abrir nova fábrica na Ásia
Saúde

Aumento de casos de Covid-19 não deve elevar número de óbitos, afirma ministro

Queiroga disse também que, nos próximos 15 dias, serão distribuídos 14 milhões de testes rápidos de antígenos.
Aumento de casos de Covid-19 não deve elevar número de óbitos, afirma ministro
Geral

Incêndio em Nova York deixa 19 mortos, nove deles crianças

Fogo no bairro de Bronx deixou ainda centenas de feridos
Economia

Dólar cai para R$ 5,63, após dados de emprego nos EUA

Bolsa subiu 1,14%, mas fechou semana em baixa
Ver mais de Mundo