INTERNACIONAL

EUA devem interromper exercícios militares anuais conjuntos com Coreia do Sul

01 Mar 2019 - 21h53

As Forças Armadas dos Estados Unidos devem cancelar grandes exercícios militares anuais conjuntos com a Coreia do Sul, afirmaram duas autoridades americanas nesta sexta-feira. O governo do presidente Donald Trump tem considerado essa iniciativa muito cara e, segundo as fontes, ela deve ser substituída por exercícios menores, concentrados no treinamento com aliados.

O Pentágono deve anunciar o fim dos exercícios neste fim de semana. A rede NBC News foi a primeira a ter noticiado a decisão.

O presidente americano, Donald Trump, reclamou do custo de "US$ 100 milhões" dos exercícios, durante visita ao Vietnã, onde se reuniu com o líder norte-coreano, Kim Jong-un. Oficiais militares, contudo, disseram que os exercícios saíram por US$ 14 milhões no ano passado. O orçamento anual da defesa americana é de US$ 700 bilhões.

A Coreia do Norte reclama desses exercícios, vendo-os como uma provocação. Fonte: Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas

Recomendação saiu em nota emitida pela agência
Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas
Segurança

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

Mais de 30 pessoas ficaram feridas na cidade de Kazan
Geral

"Ensine seu filho que a polícia não prende criança": Sheila ingressou na PM em 2013

Na reportagem especial do Dia das Mães, as "Mulheres da Segurança" falam das alegrias e desafios da maternidade
"Ensine seu filho que a polícia não prende criança": Sheila ingressou na PM em 2013
Saúde

Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V

Compra da vacina foi solicitada por estados e municípios
Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V
Ver mais de Mundo