INTERNACIONAL

Cristina Kirchner é indiciada por manter papéis históricos

12 Mar 2019 - 06h15

A ex-presidente da Argentina e atual senadora Cristina Kirchner foi indiciada na segunda-feira, 11, por manter em casa documentos históricos, encontrados durante operação de busca e apreensão em um imóvel no sul do país.

Cristina mantinha em casa um prontuário do ex-presidente Hipólito Yrigoyen e uma carta que o libertador José de San Martín escreveu, na França, para o chileno Bernardo OHiggins, em 1835. Cristina, que enfrenta oito processos diferentes, disse ser perseguida pela Justiça. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Renault, WEG e EDP fazem parceria para expandir estações de recarga para veículos elétricos

A WEG fornecerá as estações de recarga para veículos elétricos e a EDP será responsável pelas vistorias e pela instalação dos equipamentos
Renault, WEG e EDP fazem parceria para expandir estações de recarga para veículos elétricos
Economia

Dólar cai para R$ 5,45 e fecha no menor valor em quase dois meses

Bolsa tem terceira queda seguida, influenciada pelo exterior
Política

Bolsonaro participa de cúpula virtual sobre clima

Encontro promovido pelo governo norte-americano ocorre hoje e amanhã
Bolsonaro participa de cúpula virtual sobre clima
Esportes

Libertadores: São Paulo vence fácil e Flamengo vira na Argentina

Rubro-Negro bateu Vélez, enquanto Tricolor atropelou Sporting Cristal
Ver mais de Mundo