Dia internacional das Mulheres
INTERNACIONAL

Corte de Tóquio liberta Carlos Ghosn mediante fiança de US$ 8,9 milhões

05 Mar 2019 - 10h40Por Márcio Rodrigues

A Corte do Distrito de Tóquio aprovou a libertação do ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn, mediante o pagamento de uma fiança de US$ 8,9 milhões. Mas o executivo não deve deixar a prisão nesta terça-feira, segundo um de seus advogados. Isso porque os promotores do caso recorreram da decisão antes que os procedimentos de fiança fossem realizados. Caso o recurso da promotoria falhe, Ghosn poderá ser libertado dentro de um dia ou dois.

O advogado do executivo, Junichiro Hironaka, disse que a ordem do tribunal inclui limites para o uso de computador e smartphone por Ghosn, para que ele não possa se comunicar com pessoas no exterior. O advogado havia dito na segunda-feira que o último pedido de fiança de Ghosn também incluía monitoramento por câmeras de vigilância.

Ghosn já teve pedidos de fiança negados por duas vezes. Os promotores argumentaram que o ex-presidente da Nissan poderia adulterar provas ou fugir do Japão se libertado sob fiança. Mas a decisão da Corte de Tóquio que liberta o executivo inclui a determinação para que ele permaneça no Japão.

Outro ex-executivo da Nissan preso com Ghosn, Greg Kelly, foi libertado no Natal, depois de uma apelação dos promotores ter falhado no tribunal de Tóquio.

A promotoria acusa Ghosn e Kelly de fraude de mais de US$ 80 milhões em pagamentos ao ex-presidente da Nissan não contabilizados nos relatórios financeiros da empresa. Ambos negam a acusação. Ghosn também é acusado de fazer com que a Nissan pague a um empresário saudita que o ajudou com um problema financeiro pessoal. Ele também nega.

A família Ghosn tem procurado aumentar a pressão internacional sobre o Japão. Na segunda-feira, François Zimeray, um advogado da família Ghosn em Paris, disse que registrou uma queixa junto à Organização das Nações Unidas (ONU), alegando que a detenção do ex-presidente da Nissan violava as normas da entidade, bem como a constituição japonesa. Zimeray disse que Ghosn estava sendo mantido em condições "duras", dificultando a preparação de uma defesa. Com informações da Dow Jones e da Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar chega a R$ 5,55, mas fecha estável com notícias do exterior

Bolsa de valores sobe 1,35% e volta a superar os 112 mil pontos
Saúde

Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility

A estimativa é que o Brasil obtenha 10,6 milhões de doses
Saúde

Pesquisadores desenvolvem máscara que inativa coronavírus

A ação do equipamento é devida à presença de um nanofilme de quitosana, na camada intermediária da máscara, substância derivada da casca do camarão
Saúde

Biden determina que estados priorizem vacinação de professores

Pediu ainda que os estados apliquem pelo menos uma dose de imunizante em cada educador até o fim de março.
Ver mais de Mundo