Dia internacional das Mulheres
INTERNACIONAL

Chanceler da Venezuela diz que EUA terão de dialogar com governo Maduro

09 Mar 2019 - 22h17Por Mateus Fagundes

O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou neste sábado, 9, que "não restam opções" aos Estados Unidos e que, por isso, Washington terá de retomar o diálogo com o governo do presidente Nicolás Maduro.

"E as opções que eles diziam ter sobre a mesa fracassaram uma por uma. Não podem ir contra este povo. E se preparem para sentar e dialogar", disse Arreaza, em um protesto favorável a Maduro em Caracas.

O governo do presidente americano, Donald Trump, reconhece Juan Guaidó como presidente interino.

De acordo com Arreaza, mesmo assim, o diálogo com os EUA é possível porque a Venezuela "não é nem nunca será um país agressor".

O chanceler atacou ainda o representante especial do governo americano para a Venezuela, Elliott Abrams. "Quando voltar a vê-lo, eu direi: a guerra elétrica fracassou, assim como o golpe de Estado", disse Arreaza.

O ato, chamado de "Venezuela Anti-imperialista", foi transmitido pelas TVs oficiais, que ignoraram o protesto contrária a Maduro liderada pelo opositor Guaidó. As manifestações ocorrem à medida que a energia elétrica é retomada gradualmente no país, após mais de 48 horas de apagão.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar chega a R$ 5,55, mas fecha estável com notícias do exterior

Bolsa de valores sobe 1,35% e volta a superar os 112 mil pontos
Saúde

Senado aprova MP que autoriza crédito de R$ 2,5 bi para Covax Facility

A estimativa é que o Brasil obtenha 10,6 milhões de doses
Saúde

Pesquisadores desenvolvem máscara que inativa coronavírus

A ação do equipamento é devida à presença de um nanofilme de quitosana, na camada intermediária da máscara, substância derivada da casca do camarão
Saúde

Biden determina que estados priorizem vacinação de professores

Pediu ainda que os estados apliquem pelo menos uma dose de imunizante em cada educador até o fim de março.
Ver mais de Mundo