INTERNACIONAL

Cardeal francês é condenado à prisão por não denunciar abusos contra menores

07 Mar 2019 - 12h19

O cardeal francês Philippe Barbarin foi condenado nesta quinta-feira, 7, a seis meses de prisão com suspensão da pena por seu silêncio sobre os abusos sexuais cometidos contra menores de idade por um padre de sua diocese. A presidente do tribunal correcional de Lyon o declarou "culpado por não ter denunciado os maus-tratos" contra um menor entre 2014 e 2015. O prelado, de 68 anos, não estava no local para ouvir o veredicto.

Os advogados do cardeal anunciaram que pretendem apresentar um recurso contra a sentença. "A motivação do tribunal não me convence. Portanto, vamos apelar contra a decisão por todas as vias do direito", disse Jean-Félix Luciani.

Philippe Barbarin é a maior autoridade da Igreja Católica processada na França por casos de abusos de menores. A condenação do cardeal demonstra a crescente afirmação das autoridades civis em todo o mundo em relação às autoridades da Igreja que encobrem o abuso sexual clerical. A intervenção das autoridades civis colocou pressão significativa sobre os líderes da Igreja para se policiarem de forma mais rigorosa - mas o Vaticano e muitos bispos ainda estão tendo dificuldades em responder. (Com agências internacionais).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V

Compra da vacina foi solicitada por estados e municípios
Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V
Saúde

Anvisa avalia pedidos de importação da vacina Sputnik V

Reunião extraordinária está marcada para as 18h
Esportes

Eliminatórias da Copa do Mundo serão retomadas em junho, diz Conmebol

Jogos ocorrerão antes de 13 de junho, quando começa a Copa América
Eliminatórias da Copa do Mundo serão retomadas em junho, diz Conmebol
Economia

Renault, WEG e EDP fazem parceria para expandir estações de recarga para veículos elétricos

A WEG fornecerá as estações de recarga para veículos elétricos e a EDP será responsável pelas vistorias e pela instalação dos equipamentos
Renault, WEG e EDP fazem parceria para expandir estações de recarga para veículos elétricos
Ver mais de Mundo