INTERNACIONAL

Caminhões na fronteira com Colômbia são queimados; ajuda brasileira segue detida

23 Fev 2019 - 18h27Por AE

Os dois caminhões com ajuda humanitária que saíram do Brasil com destino à Venezuela continuam detidos na fronteira com o país, na região entre a cidade brasileira de Pacaraima (RR) e Santa Elena de Uairén, na Venezuela. O relato da reportagem contradiz o anúncio feito mais cedo pelo presidente autodeclarado, Juan Guaidó, de que os veículos tinham conseguido cruzar a fronteira.

Há pouco, surgiram novos relatos de que na fronteira venezuelana com a Colômbia, na ponte São Francisco de Paula Santander, venezuelanos correram para resgatar caixas de comida e remédios de caminhões em chamas. Fernando Flores, que estava no local e disse ser um parlamentar no Equador, afirmou que guardas nacionais venezuelanos incendiaram os caminhões quando estes entraram em território venezuelano, sob ordens do presidente do país, Nicolás Maduro.

Maduro prometeu bloquear todas as remessas de ajuda, consideradas por ele um "cavalo de Troia" com o objetivo de "pavimentar o caminho para uma intervenção militar estrangeira". Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Espanha vai doar medicamentos do kit intubação ao Brasil

Insumos chegarão no final da próxima semana
Segurança

Tiroteio em Indianapolis deixa oito mortos e vários feridos

Incidente ocorreu em um armazém da FedExc, empresa de carga aérea
Saúde

Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China

Insumos foram comprados por grupo de empresas e serão doados ao SUS
Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China
Economia

Dólar cai pelo terceiro dia seguido e aproxima-se de R$ 5,60

lsa de valores tem leve alta, com realização de lucros
Ver mais de Mundo