Joaçaba Pneus
INTERNACIONAL

Bolsonaro à CBN: Trump quer fazer América grande; eu quero fazer o Brasil grande

20 Mar 2019 - 12h27Por Augusto Decker, Bárbara Nascimento e Altamiro Silva Júnior

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que quer "fazer o Brasil grande", em entrevista ao canal de TV norte-americano CBN, ecoando o slogan de campanha do presidente dos EUA, Donald Trump, com quem Bolsonaro se encontrou na terça-feira, 19, em Washington. À CBN, Bolsonaro também disse que apoia as políticas do presidente norte-americano e que tem o apoio dos evangélicos no Brasil. Na terça, durante entrevista coletiva na Casa Branca, Bolsonaro já tinha dito que acreditava piamente na reeleição de Trump em 2020.

O repórter americano George Thomas, que entrevistou Bolsonaro, afirmou ainda que o presidente comentou que a situação da Venezuela está no topo da agenda da visita aos Estados Unidos, principalmente porque o Brasil possui fronteira com o país e o fluxo de refugiados é preocupante. Segundo ele, Bolsonaro é da opinião de que o presidente venezuelano Nicolás Maduro tem que dar "um passo atrás".

Thomas também falou sobre o encontro de Bolsonaro com "líderes da comunidade cristã norte-americana" após a reunião com Trump, e afirmou que o presidente disse estar em "território familiar".

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022

Compromisso consta em documento final da reunião de líderes do grupo
G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022
Esportes

Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela

Seleção faz 3 a 0 com gols de Marquinhos, Neymar e Gabriel Barbosa
Brasil abre Copa América com boa vitória sobre a Venezuela
Saúde

Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos

Estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela agência
Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos
Esportes

Em nota, jogadores da seleção criticam Copa América, mas negam boicote

Texto foi publicado nas redes sociais após vitória contra o Paraguai
Em nota, jogadores da seleção criticam Copa América, mas negam boicote
Ver mais de Mundo