Delivery Much
INTERNACIONAL

Boeing admite falha em software do simulador de voo do 737 MAX, segundo agência

18 Mai 2019 - 23h15Por Fabiana Holtz

A Boeing assumiu neste sábado que teve que corrigir falhas no software dos simuladores de voo destinados a formação de pilotos do 737 MAX 8, modelo de avião envolvido nos dois acidentes que deixaram mais de 300 mortos. Segundo a agência de notícias AFP, a Boeing não precisou a data em que notou os defeitos no programa nem se comunicou o fato aos órgãos reguladores. É a primeira vez que fabricante de aviões norte-americana admite um defeito de concepção do equipamento do 737 MAX.

"A Boeing fez correções no software do simulador de voo do 737 MAX e forneceu informações complementares aos operadores do aparelho para garantir que a experiência com o simulador seja suficiente para cobrir as diferentes condições de voo", informou a companhia em comunicado.

Segundo a fabricante de aviões, o software utilizado nos simuladores era incapaz de reproduzir algumas condições de voo, em especial aquelas que resultaram no acidente do 737 MAX de Ethiopian Airlines, em 10 de março, em Adís Abeba, apenas minutos após a decolagem, causando a morte de 157 pessoas.

Contato: fabiana.holtz@estadao.com

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira

No domingo (17), os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram por unanimidade o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford contra a Covid-19
Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira
Saúde

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Vacina é fabricada pela Rússia
Saúde

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

Decisão depende de publicação para entrar em vigor
Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid
Esportes

Final da Libertadores faz CBF mudar jogos de Palmeiras e Santos

Equipes atuariam no Brasileiro um dia após final continental
Ver mais de Mundo