INTERNACIONAL

Autor de massacre na Nova Zelândia planejava terceiro ataque, diz polícia

20 Mar 2019 - 14h09

O chefe da polícia da Nova Zelândia, Mike Bush, acredita que o atirador que matou 50 pessoas em um massacre contra duas mesquitas na cidade de Christchurch planejava um terceiro ataque. Ele disse nesta quarta-feira, 20, que os policiais imaginam onde o agressor estava indo no momento em que foi detido, mas não dará mais detalhes porque a investigação ainda está em andamento.

Em um manifesto de 74 páginas que o atirador publicou na internet antes de cometer o atentado, ele dizia que atacaria mesquitas em Christchurch, e uma outra em Ashburton, se conseguisse chegar até lá.

Bush afirmou também que os policiais capturaram o suspeito 21 minutos após a primeira chamada de emergência, e ressaltou que agentes do FBI viajaram à Nova Zelândia para ajudar nas investigações. Fonte: Associated Press

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Príncipe Philip morre aos 99 anos

Palácio de Buckingham anunciou que o marido de Elizabeth II morreu nesta sexta-feira. A causa ainda não foi revelada. Em fevereiro, ele passou por uma cirurgia do coração.
Príncipe Philip morre aos 99 anos
Economia

Dólar sobe para R$ 5,64 após dois dias de queda

Bolsa oscilou bastante, mas fechou com pequena alta
Economia

WEG é a sexta maior empresa do Brasil

Empresa jaraguaense tem valor de mercado de R$ 157 bilhões
WEG é a sexta maior empresa do Brasil
Economia

Jaraguaense Bold cresce 30% em 2020 e inicia operações em Hong Kong, na Ásia

A entrada no mercado asiático faz parte do plano de expansão e internacionalização da empresa, que conta com mais de 500 colaboradores e possui 20 mil clientes
Jaraguaense Bold cresce 30% em 2020 e inicia operações em Hong Kong, na Ásia
Ver mais de Mundo