105 Ouça
Caraguá
INTERNACIONAL

Autor de massacre na Nova Zelândia planejava terceiro ataque, diz polícia

20 Mar 2019 - 14h09

O chefe da polícia da Nova Zelândia, Mike Bush, acredita que o atirador que matou 50 pessoas em um massacre contra duas mesquitas na cidade de Christchurch planejava um terceiro ataque. Ele disse nesta quarta-feira, 20, que os policiais imaginam onde o agressor estava indo no momento em que foi detido, mas não dará mais detalhes porque a investigação ainda está em andamento.

Em um manifesto de 74 páginas que o atirador publicou na internet antes de cometer o atentado, ele dizia que atacaria mesquitas em Christchurch, e uma outra em Ashburton, se conseguisse chegar até lá.

Bush afirmou também que os policiais capturaram o suspeito 21 minutos após a primeira chamada de emergência, e ressaltou que agentes do FBI viajaram à Nova Zelândia para ajudar nas investigações. Fonte: Associated Press

Caraguá

Matérias Relacionadas

Saúde

Aumento de casos de Covid-19 não deve elevar número de óbitos, afirma ministro

Queiroga disse também que, nos próximos 15 dias, serão distribuídos 14 milhões de testes rápidos de antígenos.
Aumento de casos de Covid-19 não deve elevar número de óbitos, afirma ministro
Geral

Incêndio em Nova York deixa 19 mortos, nove deles crianças

Fogo no bairro de Bronx deixou ainda centenas de feridos
Economia

Dólar cai para R$ 5,63, após dados de emprego nos EUA

Bolsa subiu 1,14%, mas fechou semana em baixa
Saúde

Covid-19: reações à vacina em crianças são raras, dizem especialistas

Para pesquisadores, risco de não vacinar supera qualquer reação
Covid-19: reações à vacina em crianças são raras, dizem especialistas
Ver mais de Mundo