INTERNACIONAL

Argélia: presidente volta ao país em meio a protestos contra candidatura

11 Mar 2019 - 09h08

O presidente argelino, Abdelaziz Bouteflika, retornou neste domingo, 10, à Argélia em meio a intensos protestos contra seu governo, após duas semanas de internação na Suíça, onde se submeteu a exames médicos de rotina. Fazia cinco anos que o presidente não viajava ao exterior.

Bouteflika, de 82 anos, debilitado desde 2013 por causa de um derrame cerebral, enfrenta desde o mês passado em toda a Argélia milhares de manifestantes que se opõem a sua candidatura para um quinto mandato nas eleições de 18 de abril, algo sem precedentes desde a sua primeira eleição como chefe de Estado, em 1999. Ainda ontem, foi anunciada uma greve geral que, aparentemente, não deve ter adesão em todo o país. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

"Ensine seu filho que a polícia não prende criança": Sheila ingressou na PM em 2013

Na reportagem especial do Dia das Mães, as "Mulheres da Segurança" falam das alegrias e desafios da maternidade
"Ensine seu filho que a polícia não prende criança": Sheila ingressou na PM em 2013
Saúde

Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V

Compra da vacina foi solicitada por estados e municípios
Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V
Saúde

Anvisa avalia pedidos de importação da vacina Sputnik V

Reunião extraordinária está marcada para as 18h
Esportes

Eliminatórias da Copa do Mundo serão retomadas em junho, diz Conmebol

Jogos ocorrerão antes de 13 de junho, quando começa a Copa América
Eliminatórias da Copa do Mundo serão retomadas em junho, diz Conmebol
Ver mais de Mundo