INTERNACIONAL

Argélia: presidente volta ao país em meio a protestos contra candidatura

11 Mar 2019 - 09h08

O presidente argelino, Abdelaziz Bouteflika, retornou neste domingo, 10, à Argélia em meio a intensos protestos contra seu governo, após duas semanas de internação na Suíça, onde se submeteu a exames médicos de rotina. Fazia cinco anos que o presidente não viajava ao exterior.

Bouteflika, de 82 anos, debilitado desde 2013 por causa de um derrame cerebral, enfrenta desde o mês passado em toda a Argélia milhares de manifestantes que se opõem a sua candidatura para um quinto mandato nas eleições de 18 de abril, algo sem precedentes desde a sua primeira eleição como chefe de Estado, em 1999. Ainda ontem, foi anunciada uma greve geral que, aparentemente, não deve ter adesão em todo o país. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Ver mais de Mundo