Delivery Much
INTERNACIONAL

Araújo: País espera que militares estejam na transição democrática da Venezuela

30 Abr 2019 - 12h23Por Daniel Weterman

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, manifestou apoio do Brasil ao movimento do autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, naquilo que chama de uma transição democrática no país vizinho. Guaidó afirmou, nesta terça-feira, 30, ter militares que o apoiam para acabar com a "usurpação do poder" no país e convocou a população para pressionar o presidente Nicolás Maduro nas ruas.

"Nos parece positivo que haja movimento de militares que reconheçam a constitucionalidade do presidente encarregado Juan Guaidó, um dever constitucional de lealdade ao presidente. Precisamos ver a dimensão disso. O Brasil, desde o começo, apoia o processo de transição democrática na Venezuela e espera que os militares sejam parte desse processo de transição democrática", declarou Araújo após reunião com o ministro Relações Externas da Alemanha, Heiko Mass.

Araújo e Mass, em uma agenda sobre a relação comercial entre Brasil e Alemanha, conversaram nesta terça-feira, 30 sobre a situação da Venezuela e manifestaram que os dois países estão "do mesmo lado" no assunto.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Final da Libertadores faz CBF mudar jogos de Palmeiras e Santos

Equipes atuariam no Brasileiro um dia após final continental
Saúde

Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

Inicialmente a previsão era sair nesta quinta-feira do país
Economia

Dólar fecha com pequena queda, vendido a R$ 5,31

Bolsa caiu 1,44% em dia de ajustes
Dólar fecha com pequena queda, vendido a R$ 5,31
Saúde

Japão passa a exigir exame negativo de covid-19 para entrada no país

Ver mais de Mundo