Eleições

Bolsonaro recebe 42% dos votos de Alckmin e Haddad, 58% de Ciro, diz Datafolha

11 Out 2018 - 02h53


Veja abaixo:

- Dos eleitores de Ciro Gomes (PDT): 58% declaram voto em Haddad e 19% em Bolsonaro; brancos e nulos são 15% e não souberam ou não opinaram, 8%.

Casa Nova


- Dos eleitores de Geraldo Alckmin (PSDB): 42% declararam voto em Bolsonaro e 30% em Haddad; brancos e nulos são 17% e não souberam ou não opinaram, 12%.

- Dos eleitores de João Amoêdo (Novo): 49% declararam voto em Bolsonaro e 18% em Haddad; brancos e nulos são 18% e não souberam ou não opinaram, 16%.

- Dos eleitores de Marina Silva (Rede): 37% declararam voto em Haddad e 18% em Bolsonaro; brancos e nulos são 33% e não souberam ou não opinaram, 11%.

- Dos eleitores que votaram em branco/nulo no primeiro turno: 14% declararam voto em Bolsonaro e 13% em Haddad; brancos e nulos são 58% e não souberam ou não opinaram, 15%.


- Dos eleitores de Jair Bolsonaro (PSL): 97% pretendem repetir o voto nele, 2% votam em Haddad e 1% não soube ou não opinou.

- Dos eleitores de Fernando Haddad (PT): 90% pretendem repetir o voto nele, 4% votam em Bolsonaro, 1% são brancos e nulos e 5% não souberam ou não opinaram.

A pesquisa foi encomendada pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo. Foram ouvidos 3.235 eleitores no dia 10 de outubro em 227 municípios. A margem de erro é de dois pontos porcentuais e o intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é o BR-00214/2018.

Matérias Relacionadas

Saúde

Canetas de aplicação de insulina chegam ao SUS

Produzido pela empresa dinamarquesa Novo Nordisk na cidade mineira de Montes Claros, o produto auxiliará os pacientes no tratamento da doença.
Canetas de aplicação de insulina chegam ao SUS
Urgência

Reforma da Previdência é prioridade, afirma ministro da Fazenda

Além de reduzir os gastos públicos, o ministro disse que a reforma tem o objetivo de fazer justiça social.
Reforma da Previdência é prioridade, afirma ministro da Fazenda
Pesquisa Ibope

75% dos brasileiros acham que Bolsonaro está no "caminho certo"

14% responderam que eles estão “no caminho errado” e 11% não souberam ou não responderam.
75% dos brasileiros acham que Bolsonaro está no "caminho certo"
Ver mais de Brasil