Noite Literária

Escola José Duarte Magalhães promove primeira Noite Literária

13 Jul 2016 - 11h53
Escola José Duarte Magalhães promove primeira Noite Literária -

Foi uma noite descontraída e com a presença especial de Maria Isabel da Costa Bandeira, que apresentou as várias expressões da artista. Com um violão e muita história pra contar, ela envolveu os alunos com conversas cantadas, os fez levantarem da cadeira e deixarem a timidez de lado, e tudo isso para passar, por meio da música, muito conhecimento.

Os professores de língua portuguesa e literatura, Ana Balbina de Oliveira e Alaan José Kruk, organizaram a noite literária com os alunos. “Chegou o momento de trabalhar expressão corporal, linguagem e postura. Dentro da sala de aula muitas vezes a pesquisa e apresentação de slides não atinge o objetivo. O modernismo se aproxima da realidade e dá p fazer um trabalho interdisciplinar muito legal”, explicou a professora Ana.


Os alunos foram convidados a mostrar suas habilidades artísticas através de declamações de poesias, músicas, instrumentos musicais e para os mais tímidos, ficou liberada a produção de vídeos. Todas as apresentações foram inspiradas em obras do Modernismo ao Contemporâneo. A professora Ana ainda destacou que os alunos precisam aprender que para cada ocasião é preciso ter uma postura diferente. “Seja numa entrevista de emprego ou na apresentação de um trabalho”, completou.

Emilly Christina Macedo Gomes, 17 anos, tocou violão e falou sobre a experiência de fazer uma apresentação em público pela primeira vez. “Estou um pouco nervosa, mas a gente vai aprendendo com os colegas também. A cada apresentação podemos consertar nossos erros”, falou Emilly.

Jaciel Marcos Busarello, 17 anos, declamou com um colega a letra da música “A vítima” dos Racionais. Uniram o fato de gostar do estilo musical com o trabalho escolar. “O Rap fala da realidade e as pessoas estão muito afastadas nos dias de hoje. A noite literária é uma forma de aprendermos todos juntos. Até porque um dia vamos precisar um do outro fora da escola, na nossa vida profissional”, explicou.


Para o segundo semestre os alunos terão o estudo literário aprofundado. “O próximo passo é tornar a pesquisa mais acadêmica, bem como a postura dos estudantes”, afirmou a professora.

A artista convidada, Maria Isabel da Costa Bandeira, é formada em Engenharia Eletrônica, carioca, morou por dois anos na França, e sempre aliou a profissão de engenheira à música. Conhecida como Bel Bandeira, tem como habilidades a música de forma suave e encantadora, a contação de histórias provoca momentos de alegria e prazer, além de cantar e contar, ela compõe, toca instrumentos e produz seus espetáculos, a artista marca através da música, poesia e conversa sobre temas diversos.

Matérias Relacionadas

Educação

Com foco na educação tecnológica, SESI e SENAI de Jaraguá do Sul oferecem oportunidades em várias áreas

Da educação básica, ao ensino técnico, graduação e especializações, o SESI SENAI conta com solução completa que associa a formação às novas tecnologias e abordagens que preparam os alunos para um mundo do trabalho em transformação.
Com foco na educação tecnológica, SESI e SENAI de Jaraguá do Sul oferecem oportunidades em várias áreas
Polícia

Homem é agredido com faca no pescoço

Agressão ocorreu durante a madrugada deste sábado, 16, em Jaraguá do Sul
Homem é agredido com faca no pescoço
Educação

Ex-aluno do SENAI realiza sonho e mostra que inclusão nunca sai de moda

Ex-aluno do SENAI realiza sonho e mostra que inclusão nunca sai de moda
Ex-aluno do SENAI realiza sonho e mostra que inclusão nunca sai de moda
Jaraguá do Sul

Francisco Alves assume cadeira no Legislativo jaraguaense

Francisco Alves assume cadeira no Legislativo jaraguaense
Ver mais de Jaraguá do Sul