acidente de trânsito

Corpo de mulher que se acidentou em Santa Luzia será liberado nesta manhã

05 Set 2016 - 10h41
O acidente ocorreu por volta das 22h de quinta-feira (1), na rua Carlos Frederico Ramthum, bairro Santa Luzia.

Em princípio, a moto teria colidido contra um cavalo. Um homem de 63 anos estava com o animal teve ferimentos leves. Enddianara sofreu traumatismo craniano.

Depois de ter a morte cerebral confirmada, a família decidiu fazer a doação de órgãos de Enddianara e, por isso, a liberação do corpo acontecerá até o meio dia desta segunda-feira (5). A funerária deve liberar o corpo para o velório por volta das 14h. Até amanhã (terça-feira), o corpo será velado na Igreja Nossa Senhora de Fátima, do bairro Santa Luzia e será cremado, às 19h no Crematório Catarinense.

 

O nosso Departamento de Jornalismo recebeu, no fim de semana, uma nota de esclarecimento do proprietário do cavalo, que diz o seguinte:

 

“Diante do que foi noticiado pela imprensa local a respeito do acidente envolvendo a jovem Enddianara Gabriela Jung, 21 anos, de moto no último dia 1º, sinto a necessidade de esclarecer alguns fatos que envolveram o ocorrido. Há mais de cinco anos, semanalmente, à noite eu e três amigos saímos do sitio de um deles (no Manso) a cavalo descemos até um restaurante em Santa Luzia jantamos e retornamos, na maioria das vezes acompanhados de nossas esposas, como um passatempo saudável, tais passeios sempre foram muito tranquilos.

Neste último, porém, fomos surpreendidos. Na volta do passeio – estávamos em duas duplas no acostamento da rua, uma na frente e eu e meu parceiro atrás, como de costume - ouvimos um forte barulho vindo de trás, meu cavalo se assustou, disparou e eu caí. Percebemos a presença de uma pessoa caída no chão há alguns metros, e uma moto bastante danificada no meio da rua.

Levantei um pouco machucado e meus amigos foram prestar socorro à moça, que infelizmente, estava com o capacete jogado a alguns metros de onde estava e ela desacordada. Passava por ali uma ambulância que parou e chamou outras duas, a moça foi socorrida e levada, eu não necessitava de tanta ajuda.

É importante esclarecer alguns fatos:

1.estávamos em uma reta iluminada na área rural de santa luzia

2. Estávamos no acostamento, não utilizando lugar de passagem de carro

3°. e principal: A MOTO NÃO BATEU NO CAVALO!! Meu animal está sem nenhum machucado e, se tivesse havido batida, teria quebrado ou pelo menos deixado hematomas em suas pernas, o que não aconteceu visto que ele saiu disparado quando ouviu o barulho e está bem.

4. Provavelmente a moça não se assustou com os cavalos como alegado por alguns, pois estávamos andando em uma reta, com total visão, logo ela teria nos visto bem antes, assim como veria um carro estacionado no acostamento.

5.O calçamento estava liso pois chuviscava no momento do acidente.

É lamentável que o fato tenha sido noticiado de forma errada, pois PRESENCIAMOS este triste acidente, e NÃO PARTICIPAMOS. Fica a dúvida de qual foi o motivo de sua queda, mas deixamos aqui a certeza de que não houve a colisão da moto e do cavalo conforme noticiado.

Agradecemos a divulgação deste, e esperamos que a jovem se recupere, afinal foi um acontecimento muito, muito triste.”

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

PEV fica de plantão para receber resíduos no fim de semana

PEV fica de plantão para receber resíduos no fim de semana
Educação

Rede municipal de ensino de Jaraguá do Sul é reconhecida como “Educação que faz a diferença”

A pesquisa, lançada recentemente, leva em conta as práticas exitosas mais comuns adotadas pelas redes
Rede municipal de ensino de Jaraguá do Sul é reconhecida como “Educação que faz a diferença”
Jaraguá do Sul

Saiba como entrar em contato com a Ouvidoria da Prefeitura

Há cinco opções de contato para fazer um registro na ouvidoria. O mais utilizado é a ligação telefônica gratuita
Saiba como entrar em contato com a Ouvidoria da Prefeitura
Jaraguá do Sul

Continuam os trabalhos de recuperação da Defesa Civil

Na manhã desta sexta-feira (3) a equipe operacional saiu para atender as demandas que oferecem risco às pessoas
Continuam os trabalhos de recuperação da Defesa Civil
Ver mais de Jaraguá do Sul