Refis Jaraguá 2016

Câmara aprova projeto de lei do Refis Jaraguá 2016

03 Nov 2016 - 11h30

Esperado por muitos, o objetivo principal é promover a regularização de créditos do município, oferecendo opções para os contribuintes inadimplentes colocarem suas contas em dia com a prefeitura jaraguaense.


Diferente das outras duas edições, desta vez, o projeto admite apenas a quitação do débito à vista com redução de 100% dos juros e da multa incidentes, mantidos os acréscimos legais, honorários e custas processuais quando devidos.

De uma dívida ativa de aproximadamente R$ 100 milhões, a expectativa de retorno para os cofres municipais, com o Refis, é de R$ 3 milhões.

A proposta abrange débitos de pessoas físicas e jurídicas, constituídos, lançados no qual o vencimento tenha ocorrido até a data da adesão a este programa, inscritos ou não como dívida ativa, ajuizados em execução fiscal ou a ajuizar, parcelados, reparcelados ou não, administrativa ou judicialmente, com exigibilidade suspensa ou não, inclusive os decorrentes de falta de recolhimento do imposto declarado.


O projeto passou com nove votos favoráveis e nenhum contrário. Agora, aguarda a segunda votação para ser encaminhado para publicação.

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Ponto de Entrega Voluntária de Jaraguá recebe materiais resultantes da passagem do ciclone ‘bomba’

Entre sábado (4) e domingo (5), foram mais de 60 atendimentos registrados, gerando pelo menos quatro caçambas de resíduos de construção civil
Ponto de Entrega Voluntária de Jaraguá recebe materiais resultantes da passagem do ciclone ‘bomba’
Segurança

Polícia busca autores de tentativa de latrocínio que resultou em quatro vítimas

Vários policiais militares do 14º Batalhão foram ao local e constataram quatro pessoas feridas, sendo duas por disparo de arma de fogo
Polícia busca autores de tentativa de latrocínio que resultou em quatro vítimas
Geral

Santa Catarina terá novo ciclone, mas com menor intensidade, segundo Defesa Civil

Na última terça-feira (30), houve o encontro de uma frente fria com o ciclone e isso potencializou os ventos que atingiram mais de 100km/h. Desta vez não há frente fria
Santa Catarina terá novo ciclone, mas com menor intensidade, segundo Defesa Civil
Jaraguá do Sul

Produção de banana, hortaliças e aviários foram os mais prejudicados por ciclone

A bananicultura envolve cerca de 900 famílias de Corupá, São Bento do Sul, Schroeder e Jaraguá do Sul
Produção de banana, hortaliças e aviários foram os mais prejudicados por ciclone
Ver mais de Jaraguá do Sul