Geral

Volume de impostos cresce mais que atividade econômica no 1º trimestre

04 Jun 2011 - 12h31

No primeiro trimestre de 2011, o ritmo de crescimento do volume de impostos sobre produtos superou o da economia na comparação com o mesmo período de 2010, conforme indicam dados sobre o Produto Interno Bruto divulgados nesta sexta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Números divulgados pelo instituto apontaram que a economia brasileira registrou crescimento de 1,3% no primeiro trimestre (janeiro a março) de 2011 sobre os três últimos meses de 2010.


Sempre que o valor adicionado cresce mais do que o PIB, é sinal de que os impostos estão aumentando" Régis Bonelli, do Instituto Brasileiro de Economia

De acordo com os dados do IBGE, o valor adicionado a preços básicos, que representa o quanto as atividades econômicas "enriqueceram" a economia, cresceu 3,8% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2010; já o volume de Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios registrou aumento de 6,5% na mesma comparação - juntos, os números resultaram numa expansão de 4,2% do PIB.

"Essa variação do volume dos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios deve-se, principalmente, à expansão do volume das Importações de Bens e Serviços e da atividade de Intermediação financeira e seguros", informou o IBGE em nota.

"Em termos reais, os impostos cresceram mais que o valor adicionado", diz Rebeca Palis, gerente da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE. Ela esclarece que, nessa conta, entram apenas os impostos sobre produtos: "ICMS, IPI, ICMS, Cofins. Não tem Imposto de Renda, por exemplo".

Na avaliação do economista Régis Bonelli, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas), os números refletem o aumento dos impostos no período.

"Os impostos sobre produtos aumentaram bastante. Em alguns períodos, como quando o governo deu muita isenção depois da crise, os impostos cresceram menos. Sempre que o valor adicionado [em impostos] cresce mais do que o PIB, é sinal de que os impostos estão aumentando", afirmou o professor.

Em nota assinada pelo presidente da entidade, Rogério Amato, a Associação Comercial de São Paulo afirma que a expansão dos impostos "repete comportamento observado nos últimos anos, de a tributação crescer mais do que a economia", e destaca que o Impostômetro, medidor eletrônico de arrecadação tributária mantido em São Paulo pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), atingiu nesta semana a marca dos R$ 600 bilhões em impostos federais, estaduais e municipais pagos pelos brasileiros desde o começo do ano.

Agricultura em alta

Principal destaque da economia em crescimento no primeiro trimestre, a expansão de 3,3% do setor agropecuário sobre o período anterior reflete as projeções de que 2011 será um ano bom para a agricultura.


"Algumas culturas importantes estão com bons prognósticos de safra no ano, como soja, arroz e fumo", explica a economista-chefe da Rosemberg & Associados, Thaís Marzola Zara.

Na avaliação de Thaís, é cedo para avaliar se o desempenho mais fraco que o esperado no consumo das famílias já reflete os efeitos das medidas macroprudenciais conduzidas pelo governo desde dezembro, para conter a expansão do crédito.

"Dentro dos seviços, deve se destacar a queda de intermediação financeira, apesar do aumento do crédito algum recuo na margem nos níveis de concessão. Caiu um pouco e isso já é reflexo das medidas do governo"

Em janeiro, o Banco Central iniciou um ciclo de aperto monetário. A expectativa é de que o Comitê de Política Monetária (Copom) promova mais um aumento de 0,25 ponto no juro na semana que vem.

GLOBO.COM

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Legislativo jaraguaense completa 85 anos nesta quarta

Hoje o Legislativo está em sua 20ª legislatura e 169 pessoas já tiveram a incumbência de exercer a vereança no município. Dez delas, mulheres.
Legislativo jaraguaense completa 85 anos nesta quarta
Geral

Dose solidária: prefeituras se unem em campanha de arrecadação de alimentos

Doações podem ser feitas nos pontos de vacinação contra a Covid-19
Dose solidária: prefeituras se unem em campanha de arrecadação de alimentos
Geral

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo

Decisão vale somente para o caso concreto
STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo
Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Ver mais de Geral