Geral

Transformar multas leves e médias em advertência é garantia pouco usada em Santa Catarina

12 Jun 2012 - 12h03

Uma resolução, prevista para entrar em vigor em todo país a partir de julho e que permite transformar multas médias e leves em advertência por escrito, já funciona em Santa Catarina desde 1998, mas a minoria dos motoristas faz uso da garantia. De janeiro de 2011 até junho deste ano, das 1.429.607 infrações leves e médias, 11.420 foram convertidas em advertência, o que representa 0,79%. .

Em 2010, das 978.117 infrações leves e médias aplicadas, foram concedidas advertências para 10,1 mil, o que representa 1,03%. Neste ano, as advertências representam, até agora, 0,43% das 415.569 autuações. Somando as multas que deixaram de ser aplicadas em 2010, 2011 e em 2012, foram deixados de arrecadar R$ 1,4 milhão, contra os R$ 192,2 milhões recolhidos.

A coordenadora de defesa de autuação do Departamento de Trânsito de Santa Catarina (Detran), Clair Gomes Leite, diz que a minoria da população conhece a legislação. A situação está garantida por um artigo do Código de Trânsito Brasileiro de 1997. Ela ainda desconhece se outro estado brasileiro já atende ao Código.

Com a resolução 363 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que é de 2010 e está prevista para entrar em vigor em julho, os estados precisam se adequar. O Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul, por exemplo, discorda da medida e estuda pedir mais um adiamento para ela entrar em vigor ao Denatran. O órgão nacional, pela assessoria de imprensa, informou que, nesta terça-feira, haverá reunião para discutir a resolução e que por isso não iria se pronunciar sobre o assunto.

Em SC, Clair afirma que nada vai mudar. O texto da norma estabelece que a conversão das multas em advertência pode ser empregada pela autoridade de trânsito quando considerá-la mais educativa, levando em conta o prontuário do infrator.

Também é preciso preencher os requisitos mínimos de não ser reincidente na infração nos últimos 12 meses. 

- Antes de conceder a advertência, o Detran analisa o histórico do motorista nos últimos cinco anos. Em Florianópolis, muita gente teve infração durante cinco anos e por isso não consegue a advertência. Podemos analisar nesse período maior do que um ano, porque o texto fala que se leve em consideração o prontuário do infrator - esclarece a coordenadora.

Para o advogado especialista em Direito de Trânsito André Luís Souza de Moura, a decisão do Denatran é correta e apenas cumpre o que o Código de Trânsito já previa. 

- Toda lei tem de ser colocada em vigor na íntegra. Mas não se deveria alcançar ao cidadão o direito de transformar a infração em advertência sem colocar, na outra ponta, a possibilidade de cassação da carteira dos infratores contumazes - pondera o advogado.

Para garantir o direito

1) O condutor flagrado sofre uma autuação por ter cometido uma infração média ou leve e é notificado pelo correio.

2) O motorista tem o direito de recorrer da autuação perante às juntas de recurso. Há um prazo para fazer isso. É neste momento que ele precisa pedir ao órgão atuador a conversão da punição em uma simples advertência.

3) Caso o órgão concorde, o condutor não precisa pagar multa, e pontos não são acrescentados.

4) Pela nova resolução, o próprio órgão atuador poderia enviar pelo Correio, em vez da notificação da multa, advertência por escrito. Essa situação não é obrigatória e se não acontecer, o condutor pode fazer a solicitação.

DIÁRIO CATARINENSE

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Lez a Lez lança acessório fashionista com toda renda revertida para ONGs de apoio à causa animal

A iniciativa surgiu como uma forma de colaborar com as instituições que enfrentam ainda mais dificuldades em manter o trabalho de resgate e acolhimento a pets abandonados
Lez a Lez lança acessório fashionista com toda renda revertida para ONGs de apoio à causa animal
Geral

Comunicador Fred Ulrich morre aos 71 anos

Por mais de 15 anos, ele comandou o programa Deutsche Music na Rádio Jaraguá levando o melhor da música e cultura germânica
Comunicador Fred Ulrich morre aos 71 anos
Geral

Equipe técnica faz mapeamento das nascentes em Jaraguá

Técnicos de empresa contratada pela Prefeitura precisam entrar nas propriedades particulares para cadastrar as nascentes. Secretário pede a colaboração dos proprietários pela importância do levantamento
Equipe técnica faz mapeamento das nascentes em Jaraguá
Geral

Leão baio invade propriedade e assusta moradores em Ituporanga

O animal invadiu um terreno no bairro Cerro Negro e não conseguiu mais sair. Segundo informações dos bombeiros, no local haviam alguns pavões
Leão baio invade propriedade e assusta moradores em Ituporanga
Ver mais de Geral