Geral

TECNOLOGIA: Siemens investe R$ 50 milhões em Joinville

05 Set 2012 - 12h57

A multinacional alemã Siemens inaugurou na última quarta-feira, 29, em Joinville, seu primeiro complexo industrial e de logística da América Latina a produzir equipamentos de imagens. A unidade, a 14ª da empresa no Brasil, irá fabricar aparelhos de ressonância magnética, tomografia computadorizada e raios-x nos formatos analógico e digital. A estrutura, de 6 mil metros quadrados de área construída, foi instalada no Perini Business Park e recebeu investimentos de R$ 50 milhões, gerando cerca de 100 empregos, entre diretos e indiretos.
A estimativa da Siemens é produzir em torno de 300 equipamentos de diagnóstico por imagem por ano. O presidente do grupo no Brasil, Paulo Stark, explica que a iniciativa faz parte do pacote de investimentos planejados pela empresa, que nos últimos cinco anos inaugurou nove fábricas no país, gerando mais de 4 mil empregos em vários estados. "Essa nova fábrica em Joinville é a confirmação de um plano de expansão estratégico de longo prazo. É o nosso compromisso com o desenvolvimento econômico do Brasil", diz. O diretor do setor de Healthcare da Siemens, Armando Lopes, explica que o novo centro de logística e fabricação nasce integrado à operação logística já existente para equipamentos e reagentes para diagnóstico laboratorial, com mais de dois mil itens. Prova de que a multinacional alemã está de olho no potencial de expansão do setor de saúde no Brasil, o sexto principal mercado do mundo em produtos para esta área, com perspectivas de alcançar o quinto lugar em breve. "Esse cenário tem se mantido ao longo dos anos e queremos nos consolidar ainda mais como parceiros ideais do setor de saúde brasileiro".
De acordo com o secretário de Integração e Desenvolvimento Econômico de Joinville, Raulino Schmitz, a mão de obra qualificada, a localização estratégica e a ampliação do aeroporto foram fatores decisivos para a instalação da fábrica na cidade. "Para o município, todas as empresas são bem-vindas, mas empresas com produtos que ainda não existem aqui, como neste caso, são ainda mais bem-vindas. Uma nova cadeia de fornecedores vai ser formada em função deste produto", avalia. Para atrair os alemães, o governo catarinense concedeu incentivos fiscais através do programa Pró-Emprego, como a desoneração na compra de matéria-prima e garantia de tratamento igualitário para a produção no Estado em relação a produtos importados. A inauguração da fábrica reuniu importantes executivos da Siemens, como o CEO mundial da divisão de Produtos Clínicos, Norbert Gauss, o CEO mundial da divisão de Imagem e Terapia, Bernd Montag, além do governador Raimundo Colombo de o vice Eduardo Moreira.

Sobre a Siemens Healthcare


O setor healthcare da Siemens é líder mundial no segmento de saúde e em produção de imagens médicas, diagnósticos laboratoriais e tecnologia da informação da medicina. Seus produtos incluem soluções que atuam desde a prevenção e detecção nos estágios iniciais até diagnóstico, tratamento e cuidados setoriais. A unidade emprega 51 mil colaboradores no mundo e está presente em mais de 150 países, com faturamento de 12,5 bilhões de euros.
Considerado o maior conglomerado de engenharia elétrica e eletrônica no Brasil, o grupo Siemens tem 10,1 mil colaboradores, 14 fábricas e sete centros de pesquisa e desenvolvimento. Seus equipamentos e sistemas são responsáveis por 50% da energia elétrica gerada e por 30% dos diagnósticos digitais por imagem realizados no país.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Geral

Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo

Os usuários que estacionarem na Zona Azul da cidade e não efetuarem o pagamento, continuarão a receber o Aviso de Cobrança de Tarifa, mas somente poderão efetuar a quitação no prazo de até 10 minutos a partir do horário de emissão do aviso
Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo
Saúde

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região
Ver mais de Geral