Geral

Suinocultura reage após período de crise

08 Ago 2012 - 19h57

A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca comemora a reação da suinocultura em Santa Catarina. A cotação do animal vivo sobe em todas as regiões, a Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) aponta que o produtor recebe R$ 2,70 por quilo de peso vivo.


O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, destaca a importância das medidas adotadas pelo Governo do Estado para dar suporte aos produtores enquanto enfrentavam a crise na suinocultura. "O Governador Raimundo Colombo solicitou aumento na utilização de carne suína nas refeições oferecidas pelo Estado nas escolas, abrigos e centros de atenção social, hospitais e nos presídios", completou Rodrigues.

Em julho, a Secretaria da Agricultura e da Pesca veiculou uma campanha publicitária destacando os benefícios da carne suína para a alimentação e saúde da população e para a economia do Estado. Outra medida adotada por Santa Catarina foi, em parceria com a Associação Catarinense de Supermercados (Acats), criar a "Quinzena da Carne Suína", em que os supermercadistas deram destaque e fizeram promoções com o produto.

"Os suinocultores chegaram a receber R$ 1,90 por quilo de peso vivo, com um custo de produção de R$ 2,57. Estamos muito felizes com a recuperação do setor e pelo fato de termos contribuído com isso", afirmou João Rodrigues. "Nossa expectativa é de que o preço pago ao produtor continue subindo", prevê.


O secretário lembra ainda que até o dia 31 de agosto será válida a isenção para o ICMS Interestadual para a saída de suínos vivos, e de carne suína fresca, resfriada ou congelada, em vigor desde 16 de julho. "A isenção do ICMS atende a uma reivindicação apresentada pelos suinocultores nas reuniões realizadas em Concórdia e Braço do Norte e foi mais uma medida para tentar minimizar a crise que afetava o setor", destacou Rodrigues.

A crise na suinocultura iniciou em julho e foi causada por um aumento do preço das commodities utilizadas na alimentação dos animais, milho e soja, e também a um aumento da produção sem que o consumo do mercado brasileiro tenha acompanhado o crescimento.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

História de superação e amizade

História de superação e amizade
Geral

WEG fornece Sistema de Armazenamento de Energia e Controle de Microrrede para o Centro de Lançamento

Soluções fornecidas para o projeto da Equatorial Energia garantirão segurança no fornecimento de energia durante os lançamentos de foguetes.
Geral

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil

Mercado de energia solar cresce 70% e se posiciona como promissor e lucrativo no Brasil
Política

Tragédia no Oeste provoca debate sobre segurança em CMEIs na Câmara de Jaraguá

Vereadores trataram do assunto na sessão de terça-feira (4)
Tragédia no Oeste provoca debate sobre segurança em CMEIs na Câmara de Jaraguá
Ver mais de Geral