Geral

STF marca para abril julgamento sobre planos econômicos

04 Abr 2012 - 18h21

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, incluiu na pauta do dia 12 de abril duas ações que contestam os índices de correção monetária decorrentes dos planos econômicos Collor I e II, adotados respectivamente em 1990 e 1991. A decisão a ser aplicada pela Corte nesses casos valerá para situações semelhantes.

A Corte decidirá sobre recursos ajuizados pelo Banco Santander e pelo Banco do Brasil contra decisões da Justiça de São Paulo que concederam a poupadores o direito de serem ressarcidos por prejuízos decorrentes dos dois planos econômicos.


No caso do Santander, a cliente ganhou na Justiça o direito de receber a diferença entre o valor creditado em sua caderneta de poupança e a variação do IPC de abril de 1990 - um mês após o anúncio do plano Collor I, o que corresponde a 44,8% - mais juros contratuais capitalizados mensalmente de 0,5%.

O Banco do Brasil contesta o direito de uma poupadora de receber a diferença de rendimentos de aplicação financeira, relativas à correção monetária de saldo de caderneta de poupança, quando da edição dos planos Collor I e II.

Os planos econômicos foram adotados no início do mandato do pelo ex-presidente da República Fernando Collor de Mello na tentativa controlar a inflação.

Também participarão do julgamento como partes interessadas a União, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), o Banco Central, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre outras entidades.

GLOBO.COM

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Idoso morre eletrocutado no Norte de SC

A suspeita é de que o idoso tenha colocado a mão na cerca elétrica.
Idoso morre eletrocutado no Norte de SC
Geral

Incêndio em residência mobiliza bombeiros no bairro Jaraguá Esquerdo

Fato ocorreu às 19h20 desta sexta-feira (7)
Incêndio em residência mobiliza bombeiros no bairro Jaraguá Esquerdo
Geral

Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder

A ocorrência foi registrada pelos bombeiros voluntários às 5h13 desta sexta-feira (7)
Tamanduá-mirim é resgatado após invadir residência em Schroeder
Geral

Público, privado, polícia e MP debatem pessoas em situação de rua

A reunião teve como objetivo a integração cada vez maior entre os órgãos que lidam com pessoas em situação de rua, para que as ações sejam mais efetivas e tenham consequências mais duradouras, como o encaminhamento aos serviços adequados
Público, privado, polícia e MP debatem pessoas em situação de rua
Ver mais de Geral