STF

STF decide que pais biológicos e afetivos têm as mesmas obrigações com filhos

22 Set 2016 - 11h11
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem(21) reconhecer que pais biológicos devem cumprir suas obrigações judiciais mesmo se os filhos forem criados pelos pais afetivos. Com a decisão, a Corte reconheceu a dupla paternidade de filhos e entendeu que pais biológicos a afetivos têm as mesmas obrigações.

No julgamento, por oito votos a dois, os ministros seguiram voto do relator, Luiz Fux. O ministro entendeu que é possível o reconhecimento de outro tipo de paternidade que não deriva do modelo tradicional de casamento.

Para Fux, o reconhecimento da paternidade biológica e afetiva, simultaneamente, somente poderia ser rejeitada no caso de abandono do pai biológico.

Para a presidente do STF, Carmen Lúcia, "amor não se impõe, mas cuidado, sim. Segundo a ministra, o direito ao cuidado é assegurado no casos de paternidade e maternidade.

A decisão do Supremo afetará pelo menos 35 ações que tratam do mesmo assunto e aguardavam a manifestação da Corte para serem concluídos.

 

As informações são da

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Saúde

Hemosc precisa de doações de sangue

Em Jaraguá do Sul, a unidade de coleta, que atende mediante agendamento prévio, está com horários vagos.
Hemosc precisa de doações de sangue
Esportes

CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro

Início das Copas Libertadores e Sul-Americana segue indefinido
CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro
Jaraguá do Sul

Decreto traz novas regras no combate ao coronavírus em Jaraguá

Bares e restaurantes terão horário limitado de funcionamento até as 22h a partir de amanhã. Supermercados devem limitar capacidade em 50%, entre outras medidas. Fiscalização será intensificada
Decreto traz novas regras no combate ao coronavírus em Jaraguá
Política

CPI toma depoimento de empresário do ramo de importação e de auditor

CPI toma depoimento de empresário do ramo de importação e de auditor
Ver mais de Geral